Leitores

Surpresa, indignação e revolta !!!

 

Expresso Itamaraty! 
Atendimento de 1º mundo!!!
 
Senhores leitores:
 
No dia 11/11/2011, por volta das 8:00 horas dirigi-me à estação rodoviária de Jales, pois acabara de chegar minha sobrinha Ludmila e sua filhinha Gabriela, minha sobrinha  neta, de 11 anos de idade.
Eu estava exultante de alegria!
Elas saíram de São Paulo no dia 10/ll às 22:45 com destino a Jales...mais de nove horas de viagem.
Mais exultante ainda, porque a Ludmila está grávida de seis meses e em breve, com a graça de Deus, receberemos em nosso convívio o Cauã.
Após desembarcar em Jales, fomos retirar a mala...Apresentamos as passagens, mostramos ao motorista que, os números de nossa etiqueta eram iguais ao que estava “colado” na mesma.
Prova maior, impossível!
Para nossa surpresa, indignação, revolta, etc, etc, o mesmo negou-se a entregá-la, dizendo que aquilo que tínhamos não era prova de que a mala  era nossa.
Cabe ressaltar que , na verdade, tratava-se de uma mala muito suspeita...uma mala “temática”, das “meninas poderosas”, cor de rosa e, sendo requisitada por uma criança de onze anos.
Claro que ele suspeitou de um ato de terrorismo!!!
O “chofeer”, disse que nada poderia fazer!
Nelson Zeoli é o seu nome, o qual, desconfio, trata-se de um agente policial federal, disfarçado de motorista, para resolver questões “terroristas”.
Incapaz de resolver a situação, não obstante os nossos argumentos, o “chofer” solicitou a presença do “ministro” das malas, o Vinícius Severino, que, além de não resolver o problema, ameaçou, juntamente com o “chofer”, partir para a agressão física contra minha pessoa.
Isso tudo, na presença de uma senhora grávida e uma criança de onze anos, as quais haviam estado na estrada por aproximadamente nove horas!
Quanta sensibilidade! Quanto profissionalismo!
Por fim, fomos obrigados a assinar uma declaração de que havíamos “perdido a fita da mala”!!!, para que a mesma nos fosse entregue.
Assim, reclamei e chamaram o “gerente” de  Jales...o Marcelo de Tal, que tentou me   explicar o inexplicável!!!
Liguei para o 08007074422-Expresso Itamaraty de São José do Rio Preto...Sabem o que aconteceu? Nada! Nem retornaram...deram-me um protocolo, para parecer  que eu estava sendo levado a sério...me engana que eu gosto! 
Até quando?!!! Até quando, Nelson´s..., Severinos, Marcelos, à custa de quinze minutos de fama, de “poder”, de truculência, ignorância, de se arvorarem “chefe de alguma coisa”, de “otoridade”, continuarão a humilhar pessoas de bem?
Parece-me, que para o Expresso Itamaraty, não somos clientes...somos fregueses.
Acorda, Expresso Itamarati! Acorda!
 
 Jerse Bértolo
(RG 6.662.437-SSP-SP)

 

Desenvolvido por Enzo Nagata