segunda 21 junho 2021
Editorial

O primeiro passo

Na edição de 13 de julho deste ano, a revista Veja publicou reportagem de capa intitulada “As lições dos campeões”, com depoimentos dos aprovados em concursos públicos sobre a melhor maneira de se preparar para conquistar os empregos mais cobiçados do país.
Segundo a revista, as estimativas são de que, em 2011, 12 milhões de brasileiros (o dobro de cinco anos atrás) prestem concursos públicos para concorrer a 70 mil vagas oferecidas apenas na esfera federal.
Se forem somadas as oportunidades abertas pelos estados e municípios, o número de empregos deve ser multiplicado por 7, chegando a 490 mil vagas.
Em termos de remuneração, em 2000 os vencimentos médios de um  servidor público federal giravam em torno de R$ 4 mil. Hoje, chegam a R$ 7 mil, muito acima da iniciativa privada, observa a reportagem.
Porém, para almejar equiparar-se ao desempenho dos campeões entrevistados é preciso, em primeiro lugar, descobrir vocações e identificar os cursos que tenham compatibilidade com as aptidões de cada um.
Como se sabe, aos 17 anos, concluindo o Ensino Médio, grande parte dos adolescentes não tem idéia exata do rumo que deve tomar na vida em termos de curso universitário.
São conhecidos os casos de rapazes e moças que começam um curso e, um ou dois anos depois, percebem que aquilo não tem nada a ver com suas aspirações e expectativas.
Sob este aspecto,  foi extremamente oportuna a iniciativa da direção e coordenação pedagógica da Escola Estadual Dr. Euphly Jalles que, no último sábado, dia 24 de setembro, promoveu a I Feira das Promissões.
Professores e monitores  de 11 instituições de ensino superior de nossa região passaram o dia à disposição dos interessados oferecendo todas as informações a respeito das carreiras.
Montaram salas no prédio da escola Euphly  e mandaram monitores faculddes, centro universitários e universidades — Funec (Santa Fé do Sul), Unifev (Votuporanga), Unijales, Fatec-Jales, Universidade Aberta do Brasil-polo de Jales, Unirp (São José do Rio Preto), UniToledo (Araçatuba), Uniesp (Ilha Solteira), Fef e Unicastelo (Fernandópolis) e Unip (São José do Rio Preto). 
A participação dos alunos do Ensino Médio das escolas da região de Jales,público-alvo da Feira das Profissões, foi razoável, mas de muito proveito porque, pela primeira vez, tiveram a oportunidade de entrar em contato mais próximo com um universo tão rico em opções de carreira.
Espera-se que, em 2012, a equipe que organizou a Feira das Profissões repita a dose. Este primeiro passo foi de grande valia para quem ainda não definiu o que pretende ser na vida.

Desenvolvido por Enzo Nagata