Geral

NEGÓCIOS: Jalesense é um dos líderes de empresa de tecnologia financeira

Em razão da pandemia, Gustavo Minella tem exercido suas funções em home office, diretamente de Jales

Na edição do último domingo, 25 de abril, tanto no formato impresso quanto no digital, o Jornal de Jales publicou nota referindo-se ao trabalho de assessoria de imprensa que a jornalista Vivian Curitiba, de raízes jalesenses, gerente de atendimento da GVA Comunicação Integrada, de São Paulo, presta à Stone, que fornece maquininhas de passar cartão.

Como foi informado, a Stone é uma empresa de tecnologia financeira que possui uma plataforma de soluções completas cujo propósito é melhorar a vida do empreendedor brasileiro, ajudando-o a vender mais, gerir melhor o seu negócio e crescer sempre. Por meio de tecnologia e inovação, conforme o texto, contribui para o fortalecimento e evolução do mercado.

LIDERANÇA

Por conta da notícia de domingo passado, chegou à redação do J.J. uma informação que deve orgulhar os jalesenses justamente no mês do 80º aniversário da cidade.

É que um dos líderes da Stone também é nascido e criado em Jales. Trata-se de Gustavo Minella, filho de Rosimary Cáceres Minella e Carlos Alberto Minella, funcionário aposentado da Fuga Couros.

O J.J. apurou que Gustavo, graduado em Relações Internacionais, é um dos funcionários mais atingos da Stone ocupando hoje alta posição na liderança da companhia.

Ele controla toda a operação de “Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Combate ao Financiamento do Terrorismo”, conforme regras rígidas do Banco Central a serem seguidas por empresas que atuam neste segmento.

CARREIRA

Ouvido pelo Jornal de Jales, Gustavo contou que , quando foi contratado pela Stone, em 2016, a empresa deveria ter aproximadamente 500 funcionários. Hoje, passa de 9 mil.

“Ajudei a estruturar toda a área de Risco da companhia e, além do escritório de São Paulo, passei dos anos no Rio de Janeiro com a missão de migrar o time de operações de Risco para a capital carioca, onde reconstruídos a área praticamente do zero”, completou.


Desenvolvido por Enzo Nagata