Leitores

Mutirão de amor

 

Prezado amigo Deonel,
 
Quero me valer do Jornal de Jales, tradicional, prestigioso e importante órgão de imprensa, para fazer, um elogio bem sincero para as pessoas que confeccionaram a ornamentação de Natal de nossa cidade. Achei que ficou muito bonito e muito bem feito o trabalho executado por tantas mãos voluntárias, que tiveram desprendimento e espírito de cidadania, de doarem uma boa parte de seu tempo nem sempre disponível, para se unirem, com o objetivo de trazer para a avenida e praças de Jales, um visual mais alegre e agradável aos olhos de todos que circulam pelo centro da cidade, nesses dias em que o espírito natalino habita nossos corações. 
Esperava que ficasse bom, mas não tanto quanto ficou, considerando-se que foi a primeira, de muitas outras iniciativas que certamente surgirão no futuro, com mais pessoas se dispondo a se engajarem nesse mutirão de amor, para enfeitar nossa cidade. Claro que não podemos e nem devemos comparar esse trabalho feito artesanalmente por mãos tão generosas, com o de outras cidades que já o fazem há muito tempo e que inclusive possuem aparelhagem própria para cortar e modelar o material, mas tenho certeza que muito em breve chegaremos lá também, se todos nós quisermos nos unir para que isso, e tantas outras coisas boas mais aconteçam para Jales. Sim nós podemos se quisermos porque?
O sucesso nasce do querer, da determinação e persistência em se chegar a um objetivo... Quem busca e vence obstáculos, no mínimo fará coisas admiráveis? Críticas ocorrerão? Algumas poucas certamente que sim, mas não desanimem, sigam em frente, pois como diria Madre Tereza de Calcutá? Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota d’água no mar, mas o mar seria menor se lhe faltasse essa gota? Parabéns e muito obrigado a vocês todos que tanto trabalharam para nos proporcionar com seu esforço e grande dedicação, a surpresa de um visual tão agradável para animar os dias que antecedem o nosso Natal. 
 
 Claudio Christophe
(jotaclaudio@melfinet.com.br)
 
Desenvolvido por Enzo Nagata