domingo 17 outubro 2021
Fique Sabendo

FICHA LIMPA- A semana começou movimentada em Jales ...

Ex-prefeita Eunice: alma lavada depois de sete anos de cassação

FICHA LIMPA- A semana começou movimentada em Jales quando o competente jornalista Bruno Guzzo, que foi secretário municipal de Comunicação na administração Eunice Mistilides Silva (2013/2014 e início de 2015) , fez chegar aos órgãos de comunicação da cidade a notícia segundo a qual o Tribunal de Justiça de São Paulo, julgando recurso, inocentara a ex-prefeita do crime de improbidade administrativa que lhe tinha sido imputado pelo Ministério Público e que, na sequência, custou seu mandato.

FLASH BACK – A ação do MP foi decorrente de relatório de Comissão Especial de Inquérito instaurada na Câmara Municipal, em 2014, integrada pelos vereadores Luís Fernando Rosalino (presidente), Jesus Martins Batista (vice-presidente) e Tiago Abra (relator). Os membros da CEI produziram duro relatório apontando irregularidades em contrato emergencial firmado entre a Prefeitura e a empresa Proposta Ambiental, responsável pela coleta e recolhimento de lixo. Daí porque, na mídia e na boca do povo, o trabalho ficou conhecido como a “CEI do Lixo”.

COMISSÃO PROCESSANTE – Submetido ao plenário, o relatório foi aprovado por unanimidade, o que gerou reação por parte de lideranças comunitárias da época. Diante do que foi apurado, os advogados Aislan de Queiroga Trigo, então presidente da Subseção de Jales da OAB, e Carlos Alberto Brito Neto, coordenador da Comissão de Controle de Gastos Públicos da OAB, protocolaram na Câmara Municipal pedido de instalação de Comissão Processante, aprovada pelo voto dos 10 vereadores.

RETA FINAL – Foram sorteados para integrar a Comissão Processante os vereadores André Viotto (PSD) na presidência, Sérgio Nishimoto (PTB) na vice-presidência e Jesus Martins Batista (DEM) na relatoria. A Câmara também contratou o advogado Aparecido Santana e o contador Marcos Fontes, ambos de Fernandópolis, para assessorar a Comissão Processante. Com direito a ampla defesa, a então prefeita negou prejuízos ao erário público e eventual superfaturamento. No dia 17 de fevereiro, em plena terça-feira de carnaval, o caso foi levado a plenário que, por 9 votos a favor e uma abstenção, optou pela cassação do mandato de Eunice, assumindo em seu lugar o vice-prefeito Pedro Manoel Callado Moraes (PSDB), que governou a cidade de fevereiro de 2015 a 31 de dezembro de 2017.

 PÉ NA ESTRADA – Vereadores de primeiro mandato, Carol Amador (MDB), Hilton Marques (PT) e Elder Mansuelli (Podemos) postaram nas redes sociais e enviaram às redações informes sobre as andanças pela capital paulista, sendo fotografados ao lado de deputados dos partidos a que pertencem, assessores e também de autoridades.

ROTEIRO- Carol esclareceu que esteve na Assembleia Legislativa entregando ofícios e solicitando apoio para entidades como Apae, Lar dos Velhinhos e Projeto Corpo e Mente em Movimento (Sacra), além de emendas para infraestrutura (asfalto). As fotos enviadas à redação mostram a vereadora ao lado do secretário estadual de Agricultura, Itamar Borges e seu assessor Edinho Filho, primeira-dama Bia Dória, presidente do Fundo Estadual de Solidariedade, deputados Reinaldo Alguz (PV), Valéria Bolsonaro (PRTB), Walter Vicioni (MDB), onde foi recebida pelo assessor Arnaldinho.

ROTEIRO (2) – A emedebista também dividiu a cena com o colega Mansuelli em pit-stop no gabinete do presidente da Assembleia, Carlão Pignatari (PSDB), onde trabalha o ex-prefeito Flávio Prandi Franco, assessor especial da presidência. Ela e o petista Hilton Marques entregaram reivindicações à assessoria da deputada Marina Helou (Rede).

COMPANHEIRADA – Já o vereador Hilton Marques passou o chapéu entre deputados estaduais de seu partido, o PT, pedindo recursos para áreas estratégicas como saúde, social e infraestrutura. Explicando que acha importante “criar relações com diversas lideranças e expor as nossas necessidades enquanto cidade”, o vereador peregrinou pelos gabinetes de cinco parlamentares: Paulo Fiorilo, Maurici, Emidio de Souza, Teonilio Barba e Márcia Lia. Sem preconceito, também pediu ajuda e foi acompanhado pelo deputado Fiorilo para audiência com o secretário Itamar Borges, do MDB. Segundo ele, “para discutir projetos regionais que podem contribuir com o desenvolvimento de nossa região”.

TÔ VOLTANDO- – Quem imaginou que Luís Henrique Viotto, o Macetão (PSD), tenha se decepcionado com os 264 votos que recebeu na campanha de reeleição para vereador, na eleição municipal do ano passado, enganou-se. Depois de participar das manifestações do grupo “Fora Bolsonaro”, no primeiro semestre, em praça pública, Macetão colocou novamente o bloco na rua.

SELFIE- Na última terça-feira, dia 5, ele viajou até São José do Rio Preto para hipotecar apoio ao ex-governador Geraldo Alckmin, de saída do PSDB, e, segundo o noticiário político dos jornais, pronto para ingressar no PSD e tentar voltar ao Palácio dos Bandeirantes. Rápido no gatilho, Macetão achou um jeito de ser fotografado ao lado de Alckmin, cuja presença em Rio Preto foi articulada pelo ex-deputado federal Eleuses Paiva.


Desenvolvido por Enzo Nagata