domingo 17 outubro 2021
Geral

Estrutura da “Bem-me Quero” surpreende convidadas e clientes

O marido Gilberto Richter, maior incentivador, e Andréia  em momento de descontração   

Por Josiane Bomfim

A convicção de que era viável instalar uma estrutura dedicada exclusivamente ao público feminino foi a pedra de toque que levou a educadora Andréia Aredes a migrar dos meios acadêmicos para o mundo dos negócios, investindo na “Bem-me Quero”, inaugurada oficialmente na noite de 1º de outubro.

Pensado inicialmente como esmalteria o projeto cresceu a partir do momento em que Andréia, com o integral apoio e estímulo de seu marido Gilberto Richter, percebeu que — como enfatizou o jornalista Deonel Rosa Junior, diretor do Jornal de Jales e membro-fundador do Fórum da Cidadania, mestre de cerimônias da inauguração — Jales não era apenas uma cidade de 50 mil habitantes, mas centro de uma vasta região com 250 mil moradores, dos quais, segundo o IBGE, 51% de mulheres, portanto, absolutamente diferenciada.

Constatada esta realidade, o plano iniciou ganhou amplitude, tornando-se, além de esmalteria, um complexo de prestação de serviços no formato express englobando, no mesmo local, unhas, cabelo, maquiagem, depilação, massagem, sala da noiva, estética, enfim um verdadeiro centro de beleza digno de cidade grande.

Empreendedora, Andréia foi além e acrescentou espaços para a venda de bolsas e sapatos de grife, semijoias e até uma cafeteria. Pensando em tudo, viabilizou um cantinho kids para acolher as crianças enquanto as mamães se produzem. 


“Bem-me Quero”: bom gosto e praticidade em 500 metros quadrados de área construída 

Fotos: Josiane Bomfim 



Desenvolvido por Enzo Nagata