sexta 22 outubro 2021
Contexto

ESTAVA PROGRAMADA

 

ESTAVA  PROGRAMADA
para ontem , dia 5,  no estacionamento coberto do Proença Supermercado a I Quermesse Solidária, com tudo o que uma realização de um evento desta natureza comporta — frango assado, cachorro quente, pastel, maçã do amor e uma barraca de doces caseiros.
 
A SIMPLICIDADE
da proposta da noitada embute, porém, algo muito importante, pois envolveram-se na preparação daquele encontro de cunho nitidamente familiar não somente uma, mas quatro entidades — Sacra, AACAJ (Associação de Apoio às Crianças e Adolescentes de Jales), Casa da Criança e Lar dos Velhinhos.
 
ESTE É 
um fato novo que não pode passar sem uma breve reflexão. Nos tempos recentes, esta é a primeira vez que quatro entidades filantrópicas juntam forças para levar adiante, de forma coletiva, mais uma rodada de arrecadação de recursos.
 
COMO TODOS SABEM,
as entidades existentes em Jales têm enormes dificuldades de fechar as contas no fim do mês. Mesmo as que possuem certificação de utilidade pública em nível  municipal, estadual e federal, e, portanto, acesso a recursos públicos, obrigam os diretores a  malabarismos dignos de artistas do Cirque du Soleil, que fazem evoluções lá no alto da lona sem rede protetora.
 
A SAÍDA
que os diretores encontram para pagar as contas e não ficar permanentemente  no vermelho é chamar a comunidade  para participar de eventos de todos os matizes como jantares dançantes, churrascões, festas da pizza, leilões de gado, sempre com o apoio de patrocinadores para tentar diminuir os custos.
 
O PROBLEMA
é que a necessidade de cobrir gastos inevitáveis recorrendo à participação popular gera outro efeito colateral: o excesso de eventos, alguns dos quais programados até para a mesma data.  E , com pequenas variações, os participantes são quase sempre os mesmos.  
 
COMO 
solucionar o problema? Recorrendo a soluções criativas como a programada para a noite de ontem pela Sacra, AACAJ, Casa da Criança e Lar dos Velhinhos, que pode ser um bom test drive para encontrar formatos  coletivos de arrecadação.
 
VALE LEMBRAR
que, no programa de governo do candidato a prefeito Pedro Laert Pupim, em 1982, havia uma proposta chamada Calendário Anual de Eventos, que previa a união de todas as entidades filantrópicas da cidade em torno de promoções conjuntas de grande porte, em datas previamente agendadas e de comum acordo com o poder público.
 
PEDRO PUPIM
foi o mais votado individualmente naquela eleição, mas perdeu na soma das sublegendas do PMDB. Naquele tempo, cada partido podia lançar até três candidatos. A partir daí, ninguém tocou  mais no assunto. A Quermesse Solidária de ontem é um bom gancho para resgatar aquela ótima idéia.     
 
Desenvolvido por Enzo Nagata