domingo 17 outubro 2021
Fique Sabendo

ESQUENTA ...

ESQUENTA – Se não houver intercorrências, o vice-governador Rodrigo Garcia será o candidato do PSDB no próximo ano. A escolha do candidato será feita através de prévias e, no último dia 20 de setembro quando o prazo se esgotou, só ele se inscreveu, dirigindo-se ao Diretório Estadual do partido, em São Paulo. Mesmo antes disso, Rodrigo já estava rodando o Estado fazendo inaugurações e contatos com os prefeitos. Ele já visitou 75 municípios.

BALA NA AGULHA – Ainda patinando nas pesquisas, com 5% de votos, segundo o Datafolha da semana passada, Rodrigo tem a seu favor dois fatores: 1) a menor rejeição entre todos os pré-candidatos; 2) Daqui até a data da eleição, o governo paulista vai investir R$ 47 bilhões e 500 milhões em obras. De acordo com a assessoria de comunicação do governo, o pacote prevê 8 mil obras e geração de 200 mil empregos.

SOB CONTROLE – Apesar da seca que anda devastando pastagens e plantações e secando rios, a região, pelo menos por enquanto, não corre o risco de sofrer racionamento no fornecimento de água à população. A garantia foi dada à coluna pelo jalesense Antonio Rodrigues da Grela Filho, o Dalua, superintendente da Sabesp em Lins, sob cujo guarda-chuva estão 82 municípios—grandes, médios e pequenos.

INVESTIMENTOS – Segundo Dalua, o perigo do racionamento está fora do radar porque a Sabesp, ao longo dos anos, tem feito grandes investimentos, principalmente perfurando poços profundos. Ele lembrou que nos últimos dias, começaram as obras de implantação do terceiro poção em Jales, cuja construção foi autorizada em 2020, ainda na administração Flá-Garça. A Sabesp vai desembolsar, ao final dos trabalhos, cerca de R$ 8 milhões.

SINTONIA – O superintendente elogiou também os setores técnico e administrativo da empresa, inclusive a Divisional de Jales, cujo titular, Gilmar Rodrigues de Jesus, tem larga experiência na área. Segundo ele, a equipe de trabalho joga por música.

 BUMBO – O prefeito Luís Henrique Moreira, a vice Marynilda Cavenaghi e o secretário municipal de Fazenda e Planejamento, Ademir Maschio, só faltaram soltar fogos de artificio na semana que passou. O motivo de tanta euforia foi o diagnóstico da empresa BLL (Bolsa de Licitações e Leilões do Brasil) que avaliou o desempenho do Setor de Licitações da Prefeitura e aprovou com louvor o que viu e analisou. Segundo a BLL, a economia nos primeiros oito meses de mandato foi de exatamente R$ 5.948.250,30, aí computados o que foi possível apurar em 140 processos licitatórios.

LUVA DE PELICA – O prefeito LH e o secretário Ademir não disseram publicamente, mas imagina-se que, no recôndito do gabinete oficial do Paço Municipal, eles comemoraram o bom resultado como um tapa de pelica em quem imaginou que a troca da equipe da Divisão de Licitação, no início do mandato, era jogada ensaiada visando abrir caminho para a prática de atos pouco republicanos. Mas, nos bastidores da política jalesense, dentro e fora dos corredores da Prefeitura, tem gente que continua de olho no lance...

LEITE DERRAMADO – Como um assunto puxa outro, vale lembrar à torcida amiga que está agendada para o próximo dia 30 de setembro, quinta-feira, a Audiência Pública para a elaboração da Lei Orçamentária Anual de 2022, mais conhecida como LOA. Detalhe: ao contrário do último ano, desta vez a audiência será presencial e, segundo a Secretaria de Comunicação da Prefeitura, com a observância de todas as normas sanitárias. O local escolhido foi a sede do CIEV, no Jardim Estados Unidos. Espera-se que os contribuintes apareçam e não deixem a cúpula da Secretaria Municipal de Fazenda falando para as paredes. Depois, não adianta ficar chorando o leite derramado.

ESPAÇO- A jalesense Wladia Prandi Franco chegou, viu e está conquistando credibilidade como administradora do Hospital Maternidade Beneficente de Charqueada, na região de Piracicaba. O site da Prefeitura publicou encontro do prefeito Rodrigo Arruda (DEM) com os gestores responsáveis pela área da saúde. De acordo com a publicação digital, o papo rolou solto com temas como atendimento à população, manutenção de prestação de serviços e o estreitamento no relacionamento entre hospital e a atual administração. “É importante mantermos uma relação estável e de confiança mútua. A saúde indo bem, só a população charqueadense tem a ganhar”, disse o prefeito Arruda.


Desenvolvido por Enzo Nagata