domingo 25 julho 2021
Cidade

Empresários doam área para viabilizar Cidade Judiciária

Os empresários Jamil Buchala, José Pedro Venturini e Henrique Lopes, da BVL-X,  protagonistas da maior transação imobiliária da história de Jales,  tendo adquirido 52 alqueires pertencentes à família Jalles, conforme registrou, com exclusividade, este jornal na edição de 4 de setembro, decidiram doar parte do que compraram para edificação da chamada Cidade Judiciária.
Em reunião com juízes de direito da comarca, promotor de justiça, representantes da OAB e,ao final, com o prefeito Humberto Parini, Venturini, depois de consultar os sócios, concordou em doar um alqueire e meio, algo em torno de 34 mil metros quadrados, espaço suficiente para construção do novo Fórum Estadual,sede própria do Ministério Público Estadual, Vara Federal, Ministério Público Federal, Vara do Trabalho, além da  Polícia Federal.   
Com a promessa de doação, o prefeito Parini decidiu retirar dois projetos de lei em tramitação na Câmara pedindo autorização dos vereadores para doar o campo da Fepasa ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região e MPF para construção de sedes próprias.

Desenvolvido por Enzo Nagata