domingo 20 junho 2021
Esportes

De Paranapuã, goleiro é promovido ao profissional do Guarani

Thiago teve contrato de formação, assinado no ano passado, que vai até 3 de junho de 2022 

Por  Lucas Rossafa (Especial para o J.J.)

Natural de Paranapuã, Thiago Galice foi promovido do Sub 20 ao elenco profissional do Guarani.

Aos 18 anos, o goleiro passou a integrar os treinos na pré-temporada a partir de 12 de fevereiro e fica à disposição do técnico Allan Aal para disputa do Campeonato Paulista.

Com familiares em Mesópolis e Populina, o garoto viajou com a delegação para Águas de Lindoia, onde o grupo trabalhou por uma semana, e foi observado por alguns dias pelo treinador até a chegada do experiente (e concorrente) Rafael Martins, recém-contratado mediante empréstimo junto ao Brasil de Pelotas.

Com contrato de formação, assinado no ano passado, até 3 de junho de 2022, Thiago é, no momento, a quarta opção do Alviverde para próxima temporada e fica atrás de Gabriel Mesquita, titular em boa parte da última Série B do Campeonato Brasileiro, e Jorge Pazzeti, também da base.

O maior espaço no time principal do clube campineiro também é explicado graças à fratura sofrida por Lucas Cardoso, outro prata da casa e então terceira alternativa de Allan Aal - o garoto, porém, sofreu lesão no quarto metacarpo da mão direita e fica ausente por seis semanas.

Promessa da base, Thiago iniciou trajetória no futebol na rival Ponte Preta pelo Sub 10 e Sub 11. Depois de deixar o Estádio Moisés Lucarelli, continuou na Região Metropolitana de Campinas e acertou com o Amparo para atuar no Sub 13.

O jovem, após uma temporada, fechou com o Desportivo Brasil, de Porto Feliz, para disputar o Sub 14, Sub 15 e Sub 16, até acertar com o Guarani em outubro de 2018.

A expectativa, a partir de agora, é ser inscrito na Lista B do Paulistão, cujo início acontece no fim de semana.

Um ponto que também beneficiou a escalada de Galice no Brinco de Ouro da Princesa é a indefinição da disputa dos torneios da base por parte da Federação Paulista de Futebol (FPF) em meio ao aumento da pandemia de Covid-19 - a categoria Sub 20, por enquanto, sequer tem treinado em solo campineiro.


Desenvolvido por Enzo Nagata