domingo 17 outubro 2021
Geral

Conselho Municipal dos Direitos da Mulher reativado com nova diretoria

A primeira reunião do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher após sua reativação aconteceu na terça-feira, dia 5, e contou com a presença da vice-prefeita Marynilda Cavenaghi e a secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Pérola Cardoso

Após a reativação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, as integrantes realizaram a primeira reunião na terça-feira, dia 5 de outubro, com a presença da vice-prefeita Marynilda Cavenaghi e aproveitaram para falar de algumas experiências pessoais, da importância da reativação do conselho e também fizeram algumas adequações que acharam necessárias na Lei nº 3.606, de 07 de maio de 2009, quando foi criado o Conselho.

A nova diretoria do Conselho é composta pela presidente Pérola Maria Fonseca Cardoso (secretária municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania), vice-presidente Marijara Aparecida Neves Paulino, 1ª secretária Aline Tondini Salvador e 2ª secretária Lieny Munhoz Martins.

A reativação teve apoio da Prefeitura de Jales e foi coordenado pela secretária Pérola. De acordo com ela, atualmente o Conselho estava com as atividades paralisadas e com o objetivo de reativá-lo, estão sendo efetuadas algumas alterações na lei visando ampliar a possibilidade de serviços ligados à promoção dos direitos das mulheres, além da elaboração de um regimento interno.

POLÍTICAS PÚBLICAS

“O objetivo é deliberar, normatizar, fiscalizar e executar políticas relativas aos direitos da mulher. Temos 52% de mulheres em nossa cidade e faltam políticas públicas voltadas para o público feminino. Estamos acompanhando o aumento de casos de violência contra as mulheres na pandemia, por isso, é necessário avançar nas discussões. O Conselho será constituído por 18 membros titulares e seus respectivos suplentes, sendo 50% de representantes do Poder Público e 50% da sociedade civil”, explicou a secretária Pérola.

Para a vice-prefeita Marynilda Cavenaghi, que acompanhou as reuniões, a reativação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher vem ao encontro dos anseios do governo municipal que preza pela participação popular, pela inclusão das mulheres na administração pública e na sociedade. “Com esta união, as mulheres poderão se fortalecer, ganhar força e ajudar a romper as barreiras que ainda são impostas ao gênero feminino”.


Desenvolvido por Enzo Nagata