Cidade

Caminhoneiros querem ser incluídos nos grupos de risco da vacinação

A vacinação dos trabalhadores dos setores metroviário e ferroviários deve começar no dia 11 de maio. Os motoristas e cobradores dos sistemas de ônibus municipais e intermunicipais serão vacinados a partir do dia 18, representando, no total, um público alvo de 170 mil pessoas. A informação foi transmitida pelo governador João Doria, na última terça-feira.

 O lockdown que estava programado para esta terça-feira já havia sido suspenso na segunda-feira, depois de uma reunião de representantes do governo com sindicatos. Durante o encontro, o governo prometeu anunciar a data para o início da vacinação nesta quinta-feira, mas acabou antecipando a informação dois dias antes.

Durante a coletiva diária, a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen informou que está sendo feito um mapeamento das empresas municipais e intermunicipais para um registro dos profissionais para a destinação correta das vacinas.

A decisão foi bem recebida pelos profissionais desses segmentos, mas provocou o descontentamento dos demais motoristas de transportes rodoviários que também são considerados como integrantes dos grupos de risco, como afirmou o presidente do Sindicato dos Motoristas de Jales e Região e diretor da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de São Paulo, José Roberto da Silveira.

Segundo José Roberto, este foi um passo importante, mas a Federação considera apenas uma vitória parcial da categoria que vai continuar lutando para a inclusão dos caminhoneiros e todos os trabalhadores do transporte.


Desenvolvido por Enzo Nagata