Contexto

APÓS UM ANO E SEIS MESES do início da pandemia, as aulas presenciais na rede estadual voltarão ...

APÓS UM ANO E SEIS MESES

do início da pandemia, as aulas presenciais na rede estadual voltarão a ser obrigatórias em todo o Estado de São Paulo a partir de amanhã, dia 18 de outubro. Conforme informou o dirigente regional de ensino de Jales, Geraldo Niza, as seis escolas do município estão aptas para receber os alunos.

A REDE MUNICIPAL

irá seguir as mesmas diretrizes impostas pelo Estado. A informação foi confirmada pela secretária municipal de Educação, Adriana Campos, e complementou que algumas escolas já estão atendendo em 100% da capacidade, obedecendo os protocolos sanitários. A exigência vale também para as escolas privadas, mas elas ainda terão prazos para se adaptarem à nova regra. No geral, até o dia 3 de novembro, as novas mudanças devem ser implementadas.

SOMENTE PODERÃO

permanecer em atividade remota os seguintes grupos: jovens com comorbidades, com mais de 12 anos, que não tenham completado seu ciclo vacinal contra a Covid-19; gestantes e puérperas e crianças menores de 12 anos pertencentes ao grupo de risco. Os estudantes devem apresentar justificativa médica para ter esse direito confirmado.

AINDA É CEDO

para definir os impactos que o isolamento social causou na aprendizagem e no convívio social dos alunos. Porém, existe uma evidência na educação que ficou ainda mais explícita durante o decorrer da pandemia: a desigualdade social.

DESSA QUESTÃO

é possível destacar que muitos alunos, que não têm acesso à internet ou computadores/celulares, não conseguiram acompanhar as aulas online, criando uma defasagem na aprendizagem em comparação com outros colegas. Outro ponto é a saúde mental, que foi afetada pela falta do contato físico com os professores, amigos e até familiares.

ASSIM COMO EU,

muitos universitários sentiram na pele como é ruim a falta do convívio social na faculdade, ainda mais para um estudante de jornalismo. Aulas práticas são essenciais para o desenvolvimento do aluno, desde o primário até o ensino superior. É hora de aproveitarmos o máximo a volta das aulas presenciais. (Bruno Gabaldi)