Coluna Gente

ADRIANA MARIANO DOS SANTOS

ADRIANA MARIANO DOS SANTOS

(foto), gerente de Relações Governamentais da Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital do Amor, cujo trabalho exige presença permanente em Brasília, merecerá da cúpula da instituição, mas principalmente do núcleo de amigos de sempre, efusivas manifestações de carinho no dia 29. Se estiver no planalto, os cumprimentos serão via redes sociais. Se estiver na planície (leia-se em Jales), o “parabéns a você” será cantado em alto e bom tom de viva voz.

NELCI AZEVEDO MIGUEL

voltou ao batente como cerimonialista após um ano e meio sem eventos em função das restrições decorrentes da Covid-19. Primeira a trabalhar no ramo em Jales, coube a Nelci assessorar o almoço comemorativo ao casamento da psicóloga Roberta Cruz com o engenheiro eletricista Felipe Bahia, dia 10, no Almeria Eventos (J.J. -18/07/21), ao lado de outros prestadores de serviço como Studio Marcos Oliveira (imagens), Marcela Braga (decoração) e Buffet Solange Santos. A equipe da cerimonialista fez aferição de temperatura na entrada, providenciou álcool gel em pontos estratégicos do salão e até máscaras de proteção para quem precisasse.

MARLON LIVRAMENTO,

presidente da Subseção de Jales da Ordem dos Advogados do Brasil, encontrou uma maneira alternativa de comemorar o Mês da Advocacia nestes tempos de pandemia. Ao invés dos tradicionais jantares com música ao vivo, Marlon e seus companheiros de diretoria programaram Feijoada Solidária para o dia 21 de agosto no formato drive-thru. Voltaremos ao assunto...

DERCIONE MATOS,

uma das melhores intérpretes que Jales produziu, continua fazendo bom uso dos dons que Deus lhe deu. Conforme já informou esta coluna, ela foi inscrita na fase de pré-seleção do programa “The Voice+”, temporada 2022, na Rede Globo. Na eventualidade de ser escalada, vem investindo em aprimoramento vocal com o professor de Canto Profissional, Wilson Gava, ícone no segmento, que já preparou muitos cantores, inclusive Roberto Carlos. Ao vê-la e ouvi-la no YouTube interpretando “O tempo não espera ninguém”, sucesso de Michel Teló, o professor foi pródigo em elogios: “Que lindo! Gostei muito dos vibratos, da afinação, da dicção, do seu caminho interpretativo”.


Desenvolvido por Enzo Nagata