jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

VÔO LIVRE – Na tarde da última quarta-feira, dia 27 de setembro, a procuradoria jurídica da Prefeitura de Jales, deu parecer confirmando decisão da Comissão de Licitação, que inabilitou, por falta de documento, a empresa Astra.de Rio Branco-Acre.

Fique Sabendo
01 de outubro de 2017
A Aeropar, do empresário e piloto Toshiro Sakashita, foi declarada vencedora da licitação para administrar o aeroporto
VÔO LIVRE – Na tarde da última quarta-feira, dia 27 de setembro, a procuradoria jurídica da Prefeitura de Jales, deu parecer confirmando decisão da Comissão de Licitação, que inabilitou, por falta de documento, a empresa Astra.de Rio Branco-Acre. que disputou com a jalesense Aeropar o direito de administrar o aeroporto.   A Comissão de Licitação foi constituída por Admildo Ferreira da Silva, Giselle de Lima Gonçalves e Carla Cristiane Fontana Queirez, todos funcionmários de carreira.

DECOLAGEM – A Aeropar é liderada pelo empresário Carlos Toshiro Sakashita e integrada por outros proprietários de aeronaves que ficam nos hangares do aeroporto de Jales. 

MAIS PRAZO – Marcado inicialmente para terça-feira, 26 de setembro, foi adiado  o fechamento do negócio entre a Unimed de Jales, dona do recinto de exposições,  e o empresário paulistano Rafael Vieira Carvalho, da Gauri Eventos, que fez proposta oficial para aquisição daquele espaço de entretenimento. Segundo Mário Okanobo, presidente da Unimed, o martelo deverá ser batido dentro de aproximadamente 20 dias. 

FOGO AMIGO - Os prefeitos Flávio Prandi Franco (Jales), André Pessuto (Fernandópolis) e Ademir Maschio (Santa Fé do Sul) são amigos pessoais, companheiros políticos e foram eleitos pelo mesmo partido, o DEM. Mas, tantas afinidades não impedem que cada um procure seu interesse, mesmo que , às vezes, contrarie o do parceiro. É o que vai ser relatado no tópico seguinte. 

BOLA NAS COSTAS – A coluna apurou que, na surdina, o prefeito André Pessuto está fazendo gestões para tentar levar a Biscoitos Keleck, uma das empresas que mais geram empregos em Jales, para Fernandópolis. A proposta é tentadora: a Prefeitura doaria quatro alqueires à Keleck,na margem da Rodovia Euclides da Cunha,  com terraplenagem.  Além do prefeito Pessuto, a força-tarefa de Fernandópolis era constituída pelos secretários municipais de Obras e Assuntos Jurídicos, além do empresário Titosi Uehara, ex-diretor executivo do Grupo Arakaki, ainda hoje  muito influente naquela cidade. 

TOP FOUR- Além de grande geradora de empregos em Jales, a Keleck é altamente competitiva em seu segmento. Segundo pesquisa feita pela Associação Brasileira  Supermercadista, a Keleck  está em 4º lugar no Interior de São Paulo, em penetração nos lares, com 14,50%. Os números foram publicados na última edição da revista. 

O TIME – A Keleck é uma sociedade composta por quatro sócios —Carlos Toshiro Sakashita (majoritário), Valdemar Cândido da Silva, Jorge Yamada e Roberto Valle Rollemberg Filho.   . 

MEIO DE CAMPO EMBOLADO – “Impasse no PSDB e PT afeta xadrez em São Paulo, noticiou o jornal Folha de S. Paulo na edição de quarta-feira, 27 de setembro, com subtítulo auto-explicativo: Partidos aguardam disputa de Alckmin e Doria, de um lado, e viabilidade de Lula, de outro para definir candidatos”. 

SIM, EU QUERO - Embora a matéria seja extensa, o que interessa para os jalesenses é o trecho em que o jornalista autor do texto revela que o deputado federal mais votado em Jales, em 2014, Rodrigo Garcia (DEM), atual secretário estadual de Habitação, em jantar realizado na casa do prefeito João Doria na semana passada, pediu o apoio formal  do PSDB para ser candidato a governador no ano que vem. No alto da página, em boxes com a foto dos eventuais postulantes ao governo, a Foha crava que Rodrigo só admitiria rediscutir o pleito caso João Doria disputasse, hipótese que o jornal considera improvável..

CONTA CORRENTE – Lavínio Nilton Camarin creditou na conta do cirurgião plástico jalesense Paulo Mariani os méritos pela instalação da Delegacia do Conselho Regional de Medicina em Jales, quarta-feira, dia 24. Segundo o presidente do Cremesp, Mariani, que também é conselheiro do órgão, desenvolveu um intemso trabalho de bastidores. No Estado de São Paulo, existem apenas 38 delegacias e a de Jales vai abranger 40 municípios.

ASTRAL – Em seu discurso, o presidene Lavínio também elogiou o bom humor permanente de Paulo Mariani. “A simples presença dele , com seu jeito descontraído, servia para desanuviar reuniões tensas”, acrescentou.   

LIVRE, LEVE E SOLTO - Muito bem humorado, o empresário Osvaldo Costa Junior, da BX Eventos, que realizou a Facip durante cinco anos,  circulou com desenvoltura no coquetel de pré-inauguração da loja do Supermercado Bom Retiro, em Jales, na noite de quarta-feira, dia 27. Bexiga dedicou especial atenção aos vereadores presentes.