jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Vereador agora quer reduzir o tempo do semáforo da Rua 24 com a Av. Fco. Jalles

O vereador afirma que reduzir o tempo é melhor que retirar, para que os motoristas deixem de desviar pela Rua 22 até a Rua 11 e vice-versa.
20 de maio de 2018
Ao procurarem desviar do semáforo alguns motoristas acabam se envolvendo em acidentes, como afirmou o vereador
Depois de encaminhar um requerimento ao prefeito Flávio Prandi Franco propondo a retirada do semáforo da Avenida Francisco Jalles, esquina com a Rua 24, o vereador Vanderley Vieira, o Deley (PPS) continua insistindo junto à Prefeitura, agora sobre a possibilidade de não mais retirar, mas reduzir o tempo que é de 45 segundos.
O vereador afirma que reduzir o tempo é melhor que retirar, para que os motoristas deixem de desviar pela Rua 22 até a Rua 11 e vice-versa, o mesmo acontecendo para quem vira pela Rua 22 para alcançar a Rua 9  vice-versa.
O tempo muito extenso, segundo o vereador, além de ser desnecessário em um cruzamento de rua com avenida acaba atrapalhando também para os atendimentos de urgência, como para o Hospital de Câncer, bombeiros ou polícia. Ele garante que sua proposta de retirar ou reduzir o tempo daquele semáforo tem sido elogiada por policiais que mandaram mensagens ou com quem conversou nos últimos dias.
Outra proposta de Deley, depois da polêmica em torno do assunto, é que a Prefeitura faça um reestudo dos semáforos, inclusive para que funcionem de forma mais sincronizada, retirando os que são menos necessários e transferindo para pontos mais movimentados.

RETIRADA
Antes da nova proposta de reduzir o tempo, Deley comentou na sessão da Câmara do dia 7 de maio, quando encaminhou o requerimento para a retirada do semáforo que o mesmo não é necessário. “Há vários cruzamentos em Jales mais necessitados de semáforo. Eu peço para que o Conselho de Trânsito de Jales, junto com o prefeito, reveja esse contexto”, afirmou. 
O vereador Tiago Abra (PP) disse durante a votação do requerimento que o referido semáforo era pedido dos moradores em 2010. Um tempo depois, as pessoas começaram a pedir sua retirada. Segundo ele, a Prefeitura poderia trocar os semáforos por aparelhos mais modernos. “Tem R$ 800 mil para usar em trânsito aqui em Jales. Tem projetos que estão prontos e não foram executados. Precisa resolver os pontos críticos”, afirmou. 
O vereador Bismark Kuwakino (PSDB) comentou sobre outras medidas a serem implantadas para melhoria do tráfego: “Acho que não é só a parte do semáforo que tem que ser analisada, mas ver todos os setores da cidade que precisam de atenção com relação ao trânsito, como próximo às EMEIs, Hospital de Câncer e Santa Casa”.