jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Vento a favor

Editorial
21 de abril de 2019
A deputada estadual Analice Fernandes (PSDB), nascida e criada em Jales onde viveu até os 18 anos, só saindo para estudar Enfermagem na PUC de Campinas, foi a mais votada nas eleições de 2002, 2006, 2010 e 2014.
No último pleito, em 2018, ela perdeu dois terços da votação em Jales, atropelada por concorrentes locais que entraram de cabeça na disputa — o empresário Luís Henrique Moreira (Podemos) e o delegado Sakashita (PHS).
Mas, apesar das inesperadas intercorrências, ela permaneceu no pódio eleitoral de sua terra natal ostentando o honroso título de vice-campeã.
Como os dois oponentes que invadiram a praia dela não conseguiram cadeiras na Assembleia Legislativa, a parlamentar permanece como interlocutora da região de Jales junto ao governo estadual, a bordo dos    110.089 conquistados no cômputo geral.
 Há pouco mais de um mês, a deputada aceitou o desafio de presidir a tumultuada sessão para eleição da nova Mesa da Assembleia Legislativa, no dia 15 de março, início da legislatura 2019-2022.
Como relataram os jornais impressos e os telejornais, que lhe deram amplo espaço, Analice soube conduzir os trabalhos de maneira firme onde não faltaram até ameaças de desforço físico.
Pois bem, agora chega a informação de que Analice foi eleita presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, um espaço estratégico e cobiçado por deputados de alto poder de fogo político.   
Por conta disso, talvez seja o momento de retomar um ambicioso projeto concebido pelo médico Luís Henrique Leite Nogueira há 10 anos—a implantação de um hospital regional em Jales, até como forma de desafogar a Santa Casa. 
O argumento de Luís Henrique era claro como a luz do dia: os hospitais públicos mais próximos — o Hospital de Base e o João Paulo II, ambos em São José do Rio Preto— ficavam a 150 quilômetros daqui.
Referido projeto, cheio de números consistentes, foi abraçado por lideranças comunitárias reunidas em torno do Fórum da Cidadania, mas por falta de sensibilidade da classe política, ficou no papel. 
Agora, com o vento a favor, eis que, além de Analice na presidência da Comissão de Saúde do Legislativa paulista, a cidade ainda pode contar com o vice-governador Rodrigo Garcia, secretário estadual de Governo e padrinho político do prefeito Flávio Prandi Franco, é hora de aproveitar o vento que está soprando a favor da cidade em termos político-administrativos, arregaçar as mangas, somar forças e consolidar a posição de Jales como o grande centro médico-hospitalar da região.