domingo 20 setembro 2020
Geral

Tribunal Regional do Trabalho aponta Vara de Jales como a melhor do Estado

A Vara do Trabalho de Jales ocupa a primeira posição entre as unidades no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, segundo o IGest (Índice Nacional de Apuração de Resultado).
Criado em março de 2018 pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho o IGest sintetiza indicadores como acervo, celeridade, produtividade e taxa de congestionamento em relação à força de trabalho com a finalidade de contribuir para o aprimoramento da gestão das Varas do Trabalho de todo o país. O desempenho de cada uma pode ser contextualizado no cenário nacional ou regional. Uma das vantagens do IGest é que ele permite identificar aquelas com bom desempenho e extrair delas as boas práticas que levaram a esses resultados e, por outro lado, verificar quais são aquelas que merecem mais atenção.
Neste contexto o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (sede em Campinas-SP), vem aferindo pelo índice IGest os resultados das suas 153 Varas do Trabalho espalhadas por todo interior do Estado de São Paulo e quando da última aferição ocorrida em novembro de 2019, apurou-se que a de Jales ocupa a 1ª posição dentre todas as demais, destacando-se pela rápida solução dos processos, com eficiência na sua tramitação, mesmo contando com quadro reduzido de servidores.
Extraoficialmente, considerando o ranking nacional composto pelos 24 Tribunais Regionais do Trabalho e as 1.566 Varas do Trabalho existentes no Brasil, a de Jales está entre as 7 melhores.

CONCILIAÇÃO
Um fato que contribui para esse resultado é a quantidade de conciliação dos processos em tramitação na Vara do Trabalho de Jales que atinge 72% de todos os processos autuados ou em tramitação, um dos melhores índices do Tribunal do Trabalho da 15ª Região. 
Na prática, o bom resultado dos trabalhos da Vara, que recebe em média 100 novas ações trabalhistas por mês, repercute em favor dos jurisdicionados em decorrência dos acordos ou execução dos créditos trabalhistas, distribuindo à população dos 25 municípios de sua jurisdição, um montante médio de aproximados R$ 500.000,00 mês, sem contar a arrecadação de verbas previdenciárias e fiscais fechadas em dezembro de 2109, aproximadamente, em R$ 1.000.000,00 e recolhimento de custas e emolumentos próximos de R$ 200.000,00 destinados aos cofres da União.
Dentre outros, pode citar o pagamento já realizado, via acordo judicial, a 170 ex- funcionários da Zippy Alimentos, em torno de R$ 5.000.000,00, bem como estar viabilizando um novo acordo judicial englobando mais 71 ex-funcionários da referida empresa para pagamento de créditos trabalhistas na ordem de aproximadamente R$ 1.500.000,00.

MAIOR JURISDIÇÃO
A Jurisdição da VT Jales abrange as cidades de Auriflama, São Francisco, Aparecida d’Oeste, Vitória Brasil, Santa Salete, Aspásia, Jales, Mesópolis, Dirce Reis, Dolcinópolis, Pontalinda, Populina, Nova Canaã Paulista, Palmeira d’Oeste, Paranapuã, Três Fronteiras, Turmalina, Urânia, Rubinéia, Santa Albertina, Santa Clara d’Oeste, Santa Fé do Sul, Santa Rita d’Oeste, Santana da Ponte Pensa e Marinópolis, sendo a maior jurisdição de todo o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (abrangendo 140 km de cobertura jurisdicional).

Desenvolvido por Enzo Nagata