jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Trabalho voluntário nos camarotes

Vitrine
29 de abril de 2018
A juíza Maria Paula Branquinho Pini, voluntária da Casa Abrigo, e o marido José Raphael Houssein, promotor de justiça, no camarote do Rodeio Show
A par de seu profícuo trabalho como titular da 4ª Vara da Comarca de Jales, inclusive com reconhecimento oficial do Tribunal de Justiça, uma das melhores características da juíza de direito Maria Paula Branquinho Pini é sua inserção na vida da comunidade.
Sem a toga, ela é cidadã prestante e um de seus trabalhos voluntários   é na Casa Abrigo, que atende adolescentes e crianças em situação de vulnerabilidade, instituição vinculada ao Conselho Regional da Criança e do Adolescente (Coreca).
Na verdade, até quando se diverte, a magistrada faz trabalho voluntário, como aconteceu durante o Rodeio Show, quando obteve do  empresário Cléber Faria, dono da Cervejaria Cidade Imperial,  o compromisso de ser um dos colaboradores.