domingo 05 abril 2020
Meio Ambiente

Trabalho de recuperação do bosque continua com plantio de mudas

Mais um trabalho importante está sendo realizado para a recuperação do Bosque Municipal Aristóphano Brasileiro de Souza, iniciada em 12 de dezembro e agora continua com o plantio de mudas pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. 
Desde o começo de janeiro já foi executada a limpeza de ramos mortos próximos às trilhas, que apresentavam riscos aos usuários do bosque junco com a manutenção dos aceiros e limpeza de trilhas. Nesta terça-feira começou o plantio de mudas e a dispersão de iscas para o controle de formigas cortadeiras.
Durante as etapas de recuperação serão cultivadas espécies do tipo pioneiras (que apresentam crescimento rápido), secundárias iniciais, secundárias tardias e clímax. Estas últimas crescem mais lentamente e necessitam de sombreamento. 
A secretaria Silvia Andreu Avelhaneda Pigari explicou que a escolha por essas espécies foi porque as mesmas, quando cultivadas junto às árvores que já estão se recuperando não sofrem interferência destas no seu desenvolvimento. Todas essas mudas são produzidas no viveiro da Prefeitura. 
Uma série de medidas foi necessária para o início da recuperação da área afetada, entre elas a erradicação de espécies invasoras (braquiária, colonião, leucena, entre outras), manutenção de aceiros, plantio de mudas, isolamento da área, limpeza de trilhas, controle das formigas cortadeiras, transposição de galhos, entre outras. 
Silvia disse que entre os procedimentos existem etapas temporárias que devem ser realizadas até o efetivo reestabelecimento da floresta como coroamento, irrigação, plantio ou replantio, adubação, controle de formigas e espécies exóticas e outras de caráter contínuo como forma de prevenção e manutenção da organização do local (limpeza dos aceiros, trilhas e lixo). 
Estão previstas ainda para os próximos dois anos etapas de acompanhamento e manutenção das mudas plantadas e replantio de novas mudas de acordo com a necessidade de reposição. Nas áreas de clareiras, no interior do bosque e nas de expansão das trilhas novos plantios serão realizados até atingir a quantidade de mudas necessárias.  As ações em aceiros e trilhas serão realizadas de forma contínua, prevenindo futuros problemas.

Desenvolvido por Enzo Nagata