jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Temporal em Jales vira notícia na televisão em nível nacional

por Luiz Ramires
21 de janeiro de 2018
O prefeito Flá disse que uma equipe da Prefeitura está atendendo os casos mais urgentes
Os problemas causados pelas fortes chuvas que no ano passado registraram o maior índice pluviométrico da história do município continuaram em janeiro, com o temporal que caiu na tarde e noite do dia 14, domingo. Os danos, como a queda de parte do muro do Cemitério da Consolação e de uma residência na Vila União que precisou ser interditada pela Defesa Civil repercutiram em nível nacional nos programas de notícias Hora 1 e Jornal Hoje, da Rede Globo, além dos noticiários da Rede Record e SBT.
Em uma das reportagens, na TV TEM, o prefeito Flávio Prandi Franco disse que uma equipe está trabalhando para procurar resolver os problemas mais urgentes, sendo que a recuperação mais ampla só poderá ser realizada quando parar de chover.

CEMITÉRIO
No caso do cemitério, o muro caiu no estacionamento ao lado e acabou invadindo parte da Avenida Salustiano Pupim, dificultando a passagem dos veículos e exigindo a intervenção da equipe da Prefeitura que precisou remover os entulhos na segunda-feira, logo de manhã.
Na Vila União, a parte dos fundos de uma casa caiu por volta de meia-noite quando um muro de arrimo não resistiu e acabou derrubando um quarto e a cozinha da residência. Com a interdição da casa, a família teve que se mudar para outra residência. Maria Eduarda da Silva, dona da casa, disse que estava na sala quando aconteceu o desmoronamento, provocando pânico na família.

TRANSTORNOS
Mais uma vez, vários pontos da cidade ficaram alagados, como na Avenida João Amadeu, próximo à Rodovia Euclides da Cunha e na Avenida Maria Jalles. Em outros locais algumas árvores chegaram a ser arrancadas com a força do vento e na área rural, pelo menos três estradas ficaram interditadas.
O secretário municipal de Planejamento, Nilton Suetugo informou que outros problemas atendidos pela Prefeitura incluem a Creche Alberto Gandur, no Jardim Arapuã, onde o muro de uma construção vizinha ameaçava cair e precisou ser refeito e a recuperação de parte de uma galeria no Jardim São Francisco que ameaçava romper uma adutora da Sabesp.
Os trabalhos também continuam no final da Rua Amazonas, no Jardim São Judas, onde no último dia do ano houve o rompimento de uma galeria que acabou “engolindo” um carro e no Distrito Industrial III, onde uma grande erosão também estava preocupando. 
Logo que as condições do tempo permitirem, a Prefeitura também deverá construir uma nova ponte na estrada que liga Jales a Vitória Brasil, enquanto se procura desobstruir as passagens nas estradas rurais que ficaram interrompidas, como informou o secretário.

Fotos/reprodução: TV Tem