domingo 17 outubro 2021
Polícia

Suspeito de matar ex-sogra em Santa Fé é preso em Goiás

Alex Sandro Nogueira, 27 anos, efetuou quatro disparos de arma de fogo contra a ex-sogra, Lucimar Pereira da Silva, de 47 anos, na noite de 23 de julho, em Santa Fé do Sul

Alex Sandro Nogueira, 27 anos, suspeito de matar a ex-sogra Lucimar Pereira da Silva, de 47 anos, funcionária pública, com pelo menos quatro tiros em Santa Fé do Sul, foi preso na última quarta-feira, dia 4 de agosto, em Trindade/GO, região metropolitana de Goiânia, durante uma ação entre as polícias Civil e Militar. O suspeito estava foragido desde a noite do crime em 23 de julho.

No dia em que o homicídio aconteceu, Alex Sandro Nogueira foi à casa da vítima, no bairro Vila Mariana, e chamou pelo nome da ex-namorada. A ex-sogra saiu do imóvel no lugar da filha para ver o que ele queria.

Enquanto os dois conversaram, a filha mais nova da vítima saiu da casa, mas voltou depois da mãe pedir para a menina pegar um celular. Nesse momento, os filhos de Lucimar ouviram os disparos e encontraram a mãe caída no chão, sangrando e agonizando por conta dos ferimentos. Alex Sandro fugiu em um carro.

Ela chegou a ser socorrida por uma ambulância, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi velado e enterrado no Cemitério Municipal de Santa Fé do Sul, cidade onde morava com a família.

FIM DE RELACIONAMENTO

De acordo com as informações, Alex Sandro foi até a casa da ex-sogra após a filha terminar o relacionamento com ele. Revoltado, fez os disparos em Lucimar.

“Os dois estavam no estado do Paraná, mas tiveram uma briga e minha sobrinha veio embora de carona. Minha sobrinha que seria baleada no lugar da mãe”, afirmou Vera Lúcia Pereira da Silva, irmã da vítima.

VIOLÊNCIA

Vera Lúcia diz que o relacionamento da sobrinha e de Alex Sandro era totalmente conturbado e marcado por agressões. Lucimar, inclusive, já havia feito de tudo para a filha terminar com o ex-genro.

“Minha sobrinha vivia roxa. Estou sem chão com tudo que aconteceu. Lucimar estava feliz porque tinha conseguido um emprego em uma delegacia”, desabafou Vera.

Fonte: G1


Desenvolvido por Enzo Nagata