jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Simpósio sobre combate à corrupção tem apoio de universidades

Segundo a assessoria de comunicação da Procuradoria da República do Estado de São Paulo, o tema do simpósio foi escolhido para celebrar os 30 anos de vigência da Constituição de 1988.
08 de julho de 2018
Procurador José Rubens Plates: a Constituição de 1988 representou avanços para a democracia e as instituições republicanas
Pelo menos duas instituições de ensino superior da região, a Universidade Brasil e a UNIFUNEC já confirmaram apoio para o simpósio “O Combate à Corrupção nos 30 anos da Constituição Federal”, programado para o dia 17 de agosto no Villa Rocca, em Jales. O evento tem ainda o apoio de várias empresas e instituições como a Caixa Econômica Federal, Farmácia Biofarma, LHBorr, Grandes Lagos Park Hotel, LFG Cursos, Arakaki, HB Médicos, Prado Materiais para Construção, Villa Rocca, Auto Posto Pupim e Refrigerantes Saboraki. 
O Ministério Público Federal (MPF) em Jales e a Ordem dos Advogados do Brasil – 63ª Subseção de Jales, organizadores do evento, estão informando que as inscrições já podem ser feitas pelo site www.simposiojales.com.br.
O simpósio contará com a participação de juristas renomados nacionalmente, entre eles os membros do MPF Rodrigo Janot Monteiro de Barros e Douglas Fischer. O procurador da República em Bauru Pedro Antonio de Oliveira Machado também participará do evento como presidente de mesa na palestra do ex-PGR.
Os valores obtidos por meio de patrocínios e venda de ingressos, deduzidos os custos do evento, serão revertidos para a Santa Casa de Misericórdia, Lar dos Velhinhos e APAE, entidades de Jales que também atuam na organização do simpósio. Ao final, será conferido certificado de participação aos que comparecerem. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 17 3632-3828 (OAB) e 17 3624-3111 (MPF) ou pelo e-mail contato@simposiojales.com.br.

TEMA
Segundo a assessoria de comunicação da Procuradoria da República do Estado de São Paulo, o tema do simpósio foi escolhido para celebrar os 30 anos de vigência da Constituição de 1988, tendo em vista os avanços que a Carta representou para a democracia brasileira e o fortalecimento das instituições republicanas. “Além de estar na pauta do dia, a constituição cidadã tem estreita relação com os êxitos no combate à corrupção, na medida em que só é possível o enfrentamento deste tipo de crime onde há instituições hígidas e independentes”, destacou o procurador da República José Rubens Plates, responsável pela organização do evento e que também será presidente de mesa em uma das palestras.
O encontro pretende receber estudantes, advogados, membros e servidores do Judiciário e do MP e também o público em geral.