jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

“Seu Dodô” dá nome à Casa de Apoio da Igreja Presbiteriana do Brasil

Por Luiz Ramires
09 de fevereiro de 2020
A família de “Seu Dodô” fez questão de participar da solenidade que deu seu nome à Casa de Apoio da Igreja Presbiteriana do Brasil
A Igreja Presbiteriana do Brasil realizou no dia 2 de fevereiro uma solenidade que deu nome do presbítero Adolfo Marques Dantas (Seu Dodô), de 85 anos, à casa de apoio que atende pacientes com câncer, instalada ao lado da Igreja que há vários anos mudou do centro da cidade para a Avenida João Amadeu.
 O evento contou com a presença do próprio Dodô e seus familiares e convidados que participaram de um café da manhã, seguido de um culto de ação de graças com o pastor Onildo de Moraes Rezende e do descerramento da placa com o nome do homenageado.
A presidente da Casa de Apoio, Veraci de Oliveira Machado da Silveira lembrou que a mesma foi inaugurada há três anos, inspirada na permanência no local, de forma improvisada, de um pastor do Pará por alguns meses para tratamento no Hospital de Amor. O local conta com três apartamentos, normalmente ocupada por duas famílias e outros pacientes do hospital. No começo eram poucos atendimentos, mas agora já existe fila de espera e o espaço precisa ser ampliado.
 Para isso, ela espera contar com o apoio dos frequentadores da igreja e da comunidade, sendo que durante a homenagem ao “Seu Dodô”, seu filho Sílvio Vicente Marques se comprometeu em colaborar no que for possível, como fez quando a Casa foi construída com todo cuidado para que tivesse instalações bastante confortáveis para os pacientes e seus acompanhantes.

SEU DODÔ
A trajetória religiosa de “Seu Dodô” foi dedicada à Igreja Presbiteriana. O pastor Onildo lembrou que o presbiterianismo deve muito a ele que foi um verdadeiro desbravador em toda a região, pregando o Evangelho, inclusive com um carro de som e resolvendo muito problemas que iam aparecendo. “Dar seu nome à Casa de Apoio é uma homenagem mais do que justa para esse importante presbiteriano”, afirmou. 
Ademir Halley, vice-presidente do Conselho da Igreja e da Casa de Apoio destacou a importância da homenagem, lembrando que “Seu Dodô” foi o primeiro presbítero da Igreja Presbiteriana em Jales, na década de 1960 e continua frequentando a igreja até hoje. Quando se decidiu dar um nome à Casa, o dele foi o primeiro a ser lembrado.