contato@jornaldejales.com.br
17 3632-1330

SANTO DE CASA – O empresário gaucho Fabrício Fuga, da Fuga Couros, jalesense de coração, é mais um a contrariar a passagem bíblica segundo a qual ninguém é profeta em sua própria terra. Ou, traduzida para a linguagem das ruas, santo da casa também faz milagres. Na noite de quarta-feira, 16 de fevere

Fique Sabendo
23 de fevereiro de 2020
Empresário Fabrício Fuga foi homenageado pela Câmara Municipal de Marau, no Rio Grande do Sul, onde nasceu
SANTO DE CASA – O empresário gaucho Fabrício Fuga, da Fuga Couros, jalesense de coração, é mais um a contrariar a passagem bíblica segundo a qual ninguém é profeta em sua própria terra. Ou, traduzida para a linguagem das ruas, santo da casa também faz milagres. Na noite de quarta-feira, 16 de fevereiro, Fabrício recebeu importante reconhecimento em Marau, onde nasceu. Naquela data, a Câmara Municipal de Marau o condecorou com a “Comenda Migrante Grande Empreendedor”, uma honraria concedida a filhos da terra com relevantes serviços prestados dentro e fora da cidade. 

MEU CHÃO – Segundo o site da prefeitura, Marau foi transformada em município em 1955. Tem uma população de aproximadamente 36 mil habitantes. As empresas lá instaladas atuam em segmentos como couro (caso do grupo Fuga), alimentos, equipamentos para avicultura e suinocultura, metal mecânico, entre outros. 

VINCULAÇÃO – A Fuga Couros se instalou em Jales em meados dos anos 90 graças ao empenho do então prefeito José Carlos Guisso, que foi ao sul conversar com a cúpula da empresa. O alcaide, com o devido apoio da Câmara Municipal, tanto insistiu que os gaúchos acabaram se fixando em Jales. Coube a Fabrício, então caçula da família, que tinha estudado na Inglaterra, encarar o desafio de tocar a primeira unidade fora de Marau. 

AVANÇO – O grupo Fuga, que também atua na indústria frigorífica, prepara-se para ampliar seu portfólio de negócios. Para tanto, vai instalar em área cedida pela administração Flá-Garça, no nascente Distrito Industrial IV, uma usina de biodiesel. 

PONTO FUTURO – Como um assunto puxa outro, o prefeito Flávio Prandi Franco amanheceu segunda-feira, dia 17, em São Paulo, para tratar de assuntos de interesse do município que estavam pendentes em órgãos da administração estadual Mas, além das questões burocráticas, o alcaide  participou como convidado de  almoço de trabalho promovido por um grupo ligado aos maiores fundos de investimentos do país interessados em ouvir o deputado federal Geninho Zuliani (DEM), relator do projeto do  Marco Regulatório do Saneamento Básico.

GOLDEN BOYS – Geninho, ex-prefeito de Olímpia por oito anos, e Flá trabalharam juntos exercendo altos postos na administração estadual como homens de confiança do atual vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia. Daí a extensão ao prefeito de Jales. que também é presidente da Associação dos Municípios da Araraquarense (AMA), integrada por 127 prefeitos, do convite feito ao deputado.  

TESTE DE FOGO – Embora seja membro da Comissão Executiva Estadual do MDB, o   jalesense Jarbas Zuri, que mora em São Paulo e é próxima de um dos promotores da reunião de trabalho de segunda-feira, informou à coluna que o deputado Geninho deixou ótima impressão. E que a presença do prefeito de Jales também foi importante para que ele ficasse conhecido por quem lida com a área de investimentos em nível nacional.  

CAPAS PRETAS - O parlamentar foi ouvido por operadores de poderosas instituições como   Bahia Asset, Merrill Lynch, Goldman Sachs, Itaú, Santander, Kapitalo, Absolute, Neo Asset, Miles Capital, Garde Asset, Kinea e Alaska. 

LISTA VIP – Ainda sobre o deputado Geninho, vale lembrar que, em edição de 11 de janeiro, o deputado foi incluído em lista de deputados novatos que, “abençoados” pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, viraram destaques no primeiro ano de mandato. Segundo a Folha de S. Paulo, a relação contempla Marcelo Ramos (PL-AM), Kim Kataguiri (DEM-SP), Tabata Amaral (PDT-SP), Felipe Rigoni (PSB-ES), João Campos (PSB-PE), Paulo Ganime (Novo-RJ), Enrico Misasi (PV-SP), Rodrigo Agostinho (PSB-SP), João Roma (Republicanos-BA) e o já mencionado Geninho . 

DESCENTRALIZAÇÃO – Dom Reginaldo Andrietta, bispo diocesano de Jales, inovou. Ele agendou o lançamento da Campanha da Fraternidade, dia 26 de fevereiro, quarta-feira de cinzas, para o auditório do Centro Pastoral Aparecida, em Fernandópolis. Nos anos anteriores, a campanha foi lançada em Jales, sede da diocese. 

COMPROMISSO – Como já está sendo divulgado, o tema da campanha em 2020 é “Fraternidade e vida: dom e compromisso”. Em texto distribuído na semana que passou, o bispo pontuou. Segundo ele, “cabe às comunidades e às entidades sociais e educacionais, bem como aos agentes públicos e à sociedade em geral, sensibilizarem-se ao que mais destrói a vida, hoje, e implementarem ações em sua defesa”.