jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Rodrigo Janot será um dos palestrantes do simpósio sobre corrupção

por Luiz Ramires
27 de maio de 2018
O procurador da República em Jales, José Rubens Plates, explicou como será o simpósio
O ex-procurador geral da República Rodrigo Janot é um dos palestrantes convidados para o Simpósio “O Combate à Corrupção nos 30 anos da Constituição Federal” que estará acontecendo em Jales no dia 17 de agosto, no Villa Rocca. O lançamento do evento aconteceu na noite de 22 de maio, terça-feira, na Câmara Municipal. O simpósio estará homenageando o deputado federal Roberto Rollemberg, como deputado constituinte da região.
A ideia do simpósio, segundo o procurador da República em Jales José Rubens Plates, surgiu pelo fato da Constituição Federal estar comemorando 30 anos, quando o combate à corrupção está vivendo momentos importantes no país. O objetivo é trazer para a população da região e aos profissionais de direito, palestrantes importantes que trabalharam na Operação Lava Jato, para um momento de reflexão sobre esse tema.

PALESTRANTES
Como o simpósio está sendo realizado pelo Ministério Público Federal e a OAB de Jales, ficou decidido que cada um indicaria dois palestrantes. Assim, os dois indicados pelo MPF foram Rodrigo Janot que tem dado palestras em vários países, e Douglas Fischer, membro do Conselho Científico do Centro de Estudos de Direito Penal Latino-americano.
O presidente da OAB de Jales, Marlon Livramento, disse que a entidade também procurou trazer nomes de peso da advocacia, como Guilherme  Octávio Batochio,  conselheiro federal da Ordem e filho e sócio de José Roberto Batochio, que defende o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e Gustavo Badaró, professor de Direito da USP e comentarista da Globo News e da Rádio Globo.

INVESTIMENTO
O presidente da OAB destacou a importância do simpósio e lembrou que o site já está no ar (simposiojales.com.br) para que todos os interessados possam fazer sua inscrição, com um valor de R$ 45,00 para estudantes, carentes e deficientes, R$ 75,00 para advogados e membros do Ministério Público Federal e R$ 90,00, para a população em geral. Ele espera um público em torno de mil pessoas.

ENTIDADES
Falando em nome das entidades que ajudam na organização do simpósio, o provedor da Santa Casa, Júnior Ferreira, explicou que existem vários colaboradores que estão ajudando nesse trabalho que, no final, terá o saldo dividido entre a Santa Casa, a Apae e o Lar dos Velhinhos.
O provedor lembrou que o tema do simpósio é muito importante pois a corrupção é um problema sério que prejudica todo o país. Ele citou o exemplo do SUS, que como afirmou, não reajusta os valores repassados para a Santa Casa há mais de 20 anos. 
O simpósio também conta com apoio da Diocese de Jales. O bispo, Dom Reginaldo Andrietta disse que a Igreja também está preocupada com a corrupção que para ser combatida com mais eficiência precisa também de um trabalho educativo nas escolas e nas comunidades. 
O procurador do município, juiz aposentado Pedro Callado Moraes representou o prefeito Flávio Prandi Franco que não pode comparecer, mas garantiu que estará presente durante todo o simpósio.