quinta 22 outubro 2020
Polícia

REI DO GADO: Polícia prende acusado de roubar um rebanho

Na quarta-feira, dia 26 de agosto, policiais civis de Jales e de Tupã prenderam um homem de 43 anos, que foi identificado como autor de um furto recente de gado. Ele foi capturado em uma fazenda, localizada na zona rural de Quatá/SP.

Após registro de um roubo ocorrido na cidade de Santo Antônio do Aracanguá, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jales entrou em contato com a DIG de Tupã solicitando apoio na identificação de um suspeito.

Os dados deste homem foram encontrados dentro de um caminhão que foi interceptado por policiais de Jales transportando gado no dia 29 de julho, na Rodovia Dr. Eliéser Montenegro Magalhães.

O homem foi identificado e os policiais civis, com apoio da Polícia Ambiental, mapearam quatro propriedades rurais usadas pelo acusado.

Foi então expedido mandado de busca e apreensão pelo Poder Judiciário de Jales, sendo que as diligências em campo foram deflagradas com apoio de todas as equipes que participaram das etapas anteriores da apuração do caso.

Nas propriedades administradas pelo suspeito, foram encontrados dois bezerros e três cabeças de animal bovino. Os animais tinham as marcas de origem, mas receberam marcação sobreposta para dificultar a identificação.

Foram localizadas mais 63 cabeças de gado furtadas nas cidades de Santo Antonio do Aracanguá, Arco Íris, Rinópolis e Flórida Paulista.

O homem foi preso em flagrante pela prática do crime de receptação qualificada e será submetido a audiência de custódia.

Participaram também da operação, policiais ambientais de Tupã e Marília.

O CASO EM JALES 

Conforme noticiou o Jornal de Jales na edição de 2 de agosto, foram encontradas cerca de 30 cabeças de gado que tinham sido furtadas em três propriedades rurais de Jales no dia 29 de julho.

Nesta ação, os policiais civis de Jales receberam a informação no dia anterior (28), e ficaram de prontidão mais de 30 horas até a localização dos criminosos.

Durante a abordagem, a polícia notou que uma caminhonete estava servindo como escolta do caminhão. Os dois veículos empreenderam fuga e houve até troca de tiros.

Após pressão dos policiais, os ocupantes do caminhão e da caminhonete tentaram fuga a pé, sendo somente o motorista da caminhonete preso.

Os dois veículos tinham placas de Araçatuba/SP.


Desenvolvido por Enzo Nagata