Editorial

Quem vê de longe vê melhor

“Conhece a tua aldeia e sê universal”
Não foram poucas as vezes que este jornal recorreu a esta frase do escritor russo Tolstoi para despertar corações e mentes em relação ao bairrismo sadio que deve nortear o comportamento dos moradores de uma cidade. 
Só para ficar em dois exemplos recentes— 1º) a Vara do Trabalho de Jales, cuja jurisdição abrange 25 municípios, está em 20º  lugar entre as 1.555 instaladas no país, segundo o Índice Nacional de Gestão de Desempenho criado pela Corregedoria Geral da Justiça do Trabalho (J.J. – 13/10/19); 2º) na semana que passou, circulou a informação segundo a qual a Unidade de Jales do Banco do Povo Paulista está no ranking das 20 melhores do Estado no quesito “Valor Emprestado”, concedendo 65 créditos no primeiro semestre de 2019.
Na área artístico-cultural, há outras ilhas de excelência como o Concerto “Solidariedade, Saúde e Música”, parceria entre a Santa Casa e a Orquestra Sinfônica de Jales, realizada todos os anos em julho, durante a qual músicos de formação erudita, todos moradores da cidade, acompanham cantores populares.  
No sábado passado, dia 19, outra parceria, esta da EDEM Musical com a AVCC, o “Piano em Cena”, permitiu aos apreciadores saborearem quase uma hora e meia da chamada música fina, com os pianistas Teresinha Bataglia e André Pignatari executando, na primeira parte, peças clássicas e, na segunda, clássicos da música popular brasileira de todos os tempos. 
Tudo isso sem contar que a Escola Livre do Teatro leva periodicamente aos moradores da cidade um cardápio saboroso, o Sarau no Ponto, que contempla uma série de manifestações como Pontinho de Cultura, Banca do Livro, Espaço Poesia, Espaço Artes Plásticas, Oficina Filtro dos Sonhos, permitindo que os talentos locais mostrem o que sabem.      
Do ponto de vista do saneamento básico, por exemplo, Jales, com 49 mil habitantes, está a anos-luz de São José do Rio Preto e até de Santo André, no ABC paulista.  Aqui, há 100% de água  e esgoto tratados, ou seja, índice de primeiro mundo. 
Em termos de assistência médico-hospitalar, a estrutura é invejável. A Santa Casa, referência para 16 municípios da região, atende cinco mil pacientes por mês. A Unidade de Jales do Hospital de Amor realiza mil procedimentos/dia, a custo zero, com tratamento humanizado a portadores de câncer. E o Ambulatório Médico de Especialidades, tem 99,9% de aprovação de quem procura seus serviços.
 O quadro de excelência se completa com o desempenho das escolas da rede municipal nos índices nacionais de avaliação e com iniciativas como a da instalação de polo do Instituto Brasileiro de Psicanálise Contemporânea, como se pode ler no texto ao lado.
Enfim, tudo isso impressiona quem vê de fora. Falta quem mora aqui enxergar melhor.   

Desenvolvido por Enzo Nagata