Especial

Projetos humanitários, a marca de 21 anos do Rotary Clube de Jales Grandes Lagos

Na última segunda-feira, dia 8 de abril, o Rotary Clube de Jales Grandes Lagos completou 21 anos de fundação, conforme carta constituinte expedida pelo Rotary Internacional.
A iniciativa da fundação do clube foi do pioneiro Rotary Clube de Jales, que fez o necessário acompanhamento das atividades iniciais através do empenho dos companheiros Shiguero Kitayama, de saudosa memória, e Mário Kasuo Miura, que orientaram os novos companheiros, 25 ao todo, sobre o estatuto e o regimento interno.
O primeiro Conselho Diretor foi formado por Givaldo José Feitosa (presidente), Otávio Santana (1º secretário), Sérgio Roberto Pereira Cavassani (1º tesoureiro), José Roberto Bóis (diretor de protocolo), com o aval do governador do Distrito 4480, Antônio Bongiovani. 
Ao longo de sua história, o clube sempre se manteve fiel ao principal objetivo do Rotary pautado pelo companheiro, admissão de novos sócios e apoio irrestrito às entidades sociais da cidade.

PROJETOS HUMANITÁRIOS
A partir de 2006, o clube passou a direcionar uma grande parte de suas arrecadações para a Fundação Rotária, já pensando em fazer projetos humanitários.
Na opinião dos companheiros mais experientes, o resultado foi excelente. Desde que o clube passou a existir, o Grandes Lagos doou à Fundação Rotária o valor de U$ 93.l69 dólares e teve um retorno de US 322.464 dólares.
O resumo da movimentação financeira filantrópica é o seguinte:

2008 – Projetos Equivalentes – Aquisição de equipamentos para reabilitação de portadores de câncer: U$35.000,00
2012 – Projeto Global – Aquisição de um aparelho de endoscopia para urologia e esteira ergometria: R$40.000,00
2017 – Projeto Global – Aquisição de um bisturi eletrônico: R$39.000,00
2018 – Projeto Global – Aquisição de um arco cirúrgico: R$185.000,00
2019 – Aguardando autorização para aquisição de Thermodesinfectora: R$49.464,00
Desenvolvido por Enzo Nagata