jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Projeto do Rotary Grandes Lagos, modelo para o Distrito 4480

por Luiz Ramires
09 de dezembro de 2018
O governador do Distrito 4480, Luís César Rodrigues e sua esposa Cícera, no centro, tendo à esquerda Otávio Santana, da Fundação Rotária e sua esposa Clarisse e Sueli Zambom, coordenadora de projetos e à direita o presidente do Rotary Grande Lagos, Carlinhos e sua esposa Marlene e Odacir Fassa, ex-p
“Jales aprendeu fazer projetos”. A afirmação é do governador do Distrito 4480 do Rotary Internacional, o médico de Santa Fé do Sul, Luís César Rodrigues, que esteve em Jales para uma reunião com os companheiros rotários na noite do dia 3 de dezembro, segunda-feira.
Ele veio acompanhado da esposa Cícera Alves, coordenadora distrital da Casa da Amizade e foi recebido pelo presidente do Rotary Grandes Lagos Carlos Alberto da Silveira (Carlinhos) e sua esposa Marlene, por Sueli Zambom, que integra a Comissão de Projetos Humanitários do Distrito, Otávio Santana, da Fundação Rotária e Odacir Fassa, administrador da sede e outros rotarianos.
O governador destacou alguns projetos para o Hospital do Amor e outros, apresentados pelo Rotary Grandes Lagos e aprovados, através do apoio da AVCC e colaboração de vários clubes do país e do exterior. Quatro desses projetos, segundo informou, totalizam U$ 350 mil, sendo que não existe nada igual na região, o que destaca Jales em nível de distrito. 
Ele disse que quando assumiu, no início do ano, não havia nenhum projeto global em andamento, sendo que atualmente existem 12, que quando forem viabilizados, serão cerca de R$ 3 milhões para serem implantados na região. É um fato inédito, como explicou, pois antes não passavam de dois ou três projetos por ano.

DESTAQUE
Carlinhos confirmou que o clube de Jales é bem modesto, mas em termos de projetos serve de modelo para todo o Distrito 4480, graças ao trabalho desenvolvido pela sua equipe, coordenada pela professora Sueli Zambom que é referência para os outros 68 clubes em 51 municípios que compõem o distrito, de onde ela recebe vários convites para oferecer seu apoio.
Essa posição de destaque conquistada pelo clube de Jales, segundo Carlinhos, faz aumentar sua responsabilidade, compartilhando suas experiências com ou demais, atendendo ao lema rotário para 2018 e 2019 que é “Seja inspiração”. 
Carlinhos disse que a visita do governador é importante para conhecer as metas que foram cumpridas e as que estão em andamento, além de fazer as comunicações para o próximo ano.

PROJETOS
Sueli explicou que os projetos desenvolvidos por Jales incluem um arco cirúrgico já entregue para o Hospital de Amor, no valor de U$ 185 mil, em parceria com a AVCC e 15 clubes da região. 
O hospital também deverá ser beneficiado com uma thermodesinfectora, para a unidade de Jales e um scanner para a unidade de Fernandópolis, também com apoio da AVCC, os dois no valor de U$ 54.000, cujos projetos estão em andamento. Para ajudar na aquisição dos dois equipamentos está sendo rifado um trator doado por José Aranha, de Andradina, cuja esposa é paciente do hospital. 
Uma união dos clubes de Jales, Santa Fé do Sul e Aparecida do Taboado (MS) resultou em outro projeto, que está em andamento, para aquisição de uma sala multissensorial, para a APAE de cada uma dessas cidades, as três no valor total de U$ 49 mil. 
Em 2014 foi adquirido, também para o Hospital de Amor, um aparelho de endoscopia no valor de U$37.122 e em 2017 um bisturi eletrônico, que custou U$ 39.000. 
Através de um projeto local foram adquiridas seis poltronas para o SUS da Santa Casa, com recursos próprios e apoio do Rotary Clube de Jales, no valor de R$ 5.300,00.

Hospital de Amor compra aparelho com doação do Rotary Clube de Jales

Luiz Ramires
Um aparelho para fazer a leitura do mapa cardiológico deverá ser adquirido pelo Hospital de Amor, com recursos doados pelo Rotary Clube de Jales, arrecadados durante o Baile Solidário que foram entregues na tarde do dia 6 de dezembro, quinta-feira. 
O presidente Ricardo Samartino Albino explicou que o Rotary Clube sempre desenvolve projetos com a Casa da Amizade procurando gerar recursos para fazer doações. O Baile Solidário foi um desses projetos que partiu das mulheres que se uniram para fazer, além de um baile à moda antiga, mais uma forma de conseguir ajudar uma entidade.
Nesse caso, os recursos foram para o Hospital de Amor, que passa a contar com mais esse equipamento para seus pacientes. A participação da banda Jafferson, da cidade que colaborou dando um bom desconto, também foi importante para o sucesso do evento.
O baile, como destacou Ricardo, já foi programado pensando em destinar os recursos arrecadados para o hospital. Tanto que foi realizado em outubro, quando acontece a campanha Outubro Rosa, de prevenção contra o câncer de mama.
A presidente da Casa da Amizade, Natália Campanelli disse que o baile aconteceu pelo terceiro ano consecutivo e desta vez conseguiu arrecadar R$ 7 mil que foram doados para o hospital. O aparelho custa R$ 10 mil, sendo que o Rotary Clube também está contribuindo com R$ 2 mil.

POLTRONAS
Depois da entrega dos recursos para o Hospital de Amor, a diretoria do Rotary Clube esteve na Santa Casa para fazer a doação de recursos para a compra de seis poltronas para os quartos do hospital, junto com a diretoria do Rotary Clube Grandes Lagos.
Ricardo explicou que esses recursos foram adquiridos com um subsídio que vem do distrito como retorno da contribuição dos clubes que em Jales resolveram se unir para ajudar o hospital a melhorar o atendimento aos pacientes.  Com isso, a Santa Casa passa a contar com 15 dessas poltronas que custam R$ 890,00 cada, sendo que para atender todos os quartos teria que ter 89, como destacou o provedor Júnior Ferreira.