domingo 17 outubro 2021
Editorial

Profissionalismo x Fake News

No último dia 17 de agosto, terça-feira, a Rádio Antena 102 FM completou 35 anos no ar, o que motivou manifestações de júbilo do público ouvinte, autoridades e anunciantes.

A efeméride comporta abordagem ampla, contemplando alguns aspectos tanto de ordem histórica quanto em relação aos dias que vivemos.

Sobre a história, os mais jovens talvez não saibam que a Antena foi a primeira emissora FM instalada em Jales e uma das primeiras da região. Até meados dos anos 80, o rádio AM dominava o dial.

Ainda sob este aspecto, não há como negar que o pioneirismo tem sido uma marca colada à biografia do diretor-proprietário da emissora, Wanderley Garcia.

Conforme registrou o fascículo nº 8 do Projeto MEMÓRIA, encarte mensal do Jornal de Jales entre 1995 e 2004, Wanderley foi o primeiro locutor contratado pela Rádio Cultura AM, fundada pelo saudoso dr. Edílio Ridolfo e seu filho Olynto, entrando pela porta da frente após se submeter a teste tendo como examinador um nome estrelado do rádio brasileiro, Salomão Esper, da Bandeirantes de São Paulo, que esteve em Jales só para selecionar candidatos a locutor.

WG também foi o primeiro radialista da história de Jales a sair da condição de empregado para a de patrão quando, em 1969, adquiriu o controle acionário da Cultura AM.

Foi igualmente graças à sensibilidade de Wanderley que a Antena se tornou a primeira emissora FM da região noroeste a investir em jornalismo ao vivo, lançando em 1999 o programa “Antena Ligada”, às sete horas da manhã, projeto do qual o diretor deste jornal teve a honra de integrar durante cinco anos.

Mas, não pode ficar sem menção, principalmente nestes tempos conturbados, o relevante papel que a Antena vem desempenhando em termos comunitários. Para não ir muito longe, um recente documento de prova: a campanha liderada pela emissora em favor da Santa Casa visando captar recursos para aquisição de capacetes de respiração assistida para pacientes de Covid.

Mas, embora todos estes fatos sejam significativos, há que se fazer menção especial e reconhecimento público a um detalhe inquestionável e de altíssima relevância—a Antena 102 é um exemplo perfeito e acabado, em nível regional, do verdadeiro rádiojornalismo profissional, contraponto necessário ao vale-tudo das fake news que vicejam nas redes sociais. Vida longa à emissora!


Desenvolvido por Enzo Nagata