jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Produtividade vale Selo Ouro à equipe da 4ª Vara

A láurea tem a ver com o Programa Judiciário Eficiente implantado em agosto do ano passado.
05 de junho de 2017
Amplos sorrisos dos serventuários e da juíza Maria Paula, no centro da foto, pela conquista do Selo de Ouro de Produtividade
Em comunicado assinado pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, desembargador Paulo Dimas Mascaretti a mais alta corte de justiça paulista atribuiu o Selo de Ouro de Produtividade à equipe da 4ª Vara  da Comarca de Jales,  liderada pela juíza titular Maria Paula Branquinho Pini. 
A láurea tem a ver com o Programa Judiciário Eficiente implantado em agosto do ano passado e, segundo o presidente do TJ, “visa oferecer às unidades indicadores que auxiliem em seus processos de gestão e permitir ao Tribunal a identificação de eventuais carências em sua estrutura para orientar a distribuição de recursos humanos e materiais”.
A juíza Maria Paula, ouvida pelo Jornal de Jales, afirmou que a Conquista do Selo de Ouro é um vigoroso incentivo para que ela e sua equipe continuem oferecendo serviços de qualidade à comunidade forense e a todos os que procuram a 4ª Vara. 
Eis a íntegra da mensagem enviada pelo desembargador Paulo Dimas:

Prezado magistrado e equipe 

Sua unidade foi contemplada com o “Selo Ouro” em produtividade, conferido pelo programa Judiciário Eficiente. Quero parabenizar a todos pelo comprometimento e excelentes resultados apresentados. Essa é a primeira entrega dos selos desde a implantação do programa pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, em agosto do ano passado.  As unidades que recebem dois selos “ouro” consecutivos serão contempladas com o “Certificado de Unidade Judicial Eficiente” e seus funcionários participarão de sorteio de prêmios, como viagens e computadores. 
Estamos trabalhando para construir melhores critérios de avaliação das unidades.  A participação de todos é importante nessa construção e alguns aspectos estão sob análise para encontrarmos a fórmula mais adequada.
Vale lembrar que o Judiciário Eficiente  foi criado com dois propósitos: oferecer às unidades indicadores que auxiliem em seus processos de gestão e permitir ao Tribunal a identificação de eventuais carências em sua estrutura para orientar a distribuição de recursos humanos e materiais. 
Anexado ao e-mail segue o “Selo Ouro” para impressão e fixação em loca visível no cartório.  Essa conquista deve ser motivo de muito orgulho para todos da unidade, assim como é para a direção do Tribunal de Justiça.

Forte abraço 
#SomosTJSP
Paulo Dimas