contato@jornaldejales.com.br
17 3632-1330

Presidente da Câmara afirma que o Conselho de Saúde ainda vai reverter repúdio em aplausos

Por Luiz Ramires
12 de janeiro de 2020
Conselho critica e Câmara rebate dizendo que destina recursos para a saúde
O presidente da Câmara, Nivaldo Batista de Oliveira (Tiquinho) disse que o presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Célio Martini ainda vai inverter uma moção de repúdio em moção de aplausos aos vereadores. 
Em nota assinada por Martini, o Conselho criticou duramente a Câmara pelo fato de ter sugerido ao prefeito Flávio Prandi Franco a liberação de R$ 61.895,00 do saldo do ano do Legislativo para as entidades assistenciais, mas ao mesmo tempo ficando com cerca de R$ 267 mil para a reforma do prédio, enquanto a situação da saúde no município continua precária e os pacientes são transportados de forma inadequada.
Tiquinho argumenta que o prédio da Câmara tem 25 anos e precisa urgentemente dessa reforma para não acabar interditado como aconteceu com o Centro Cultural. Há muitos vazamentos e outros problemas que já causaram até a suspensão de uma reunião da comunidade, por causa da chuva, afirmou.
Em entrevista ao programa Antena Ligada de quinta-feira, dia 9 de janeiro, Tiquinho lembrou que além do dinheiro referente ao ano passado, a Câmara já acertou com o prefeito a liberação de toda a sobra deste ano que deve chegar a cerca de R$ 300 mil. O presidente do Legislativo também destacou informação divulgada em um release informando que nos últimos três anos a Câmara devolveu R$ 9.241.013,96 ao município. Tiquinho lembrou ainda que no final de 2018 a Câmara destinou recursos para a compra de uma ambulância.

Foto: A Voz das Cidades