jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Prefeitura escala 15 servidores para preparar cemitérios e prevenir dengue

Por Secretaria de Comunicação
21 de outubro de 2019
Os cemitérios já estão sendo preparados para receber a população no Dia de Finados
As secretarias municipais de Obras e Meio Ambiente iniciaram no começo do mês a preparação dos dois cemitérios da cidade para o dia 2 de novembro,  Dia de Finados. O trabalho está sendo realizado no Cemitério Municipal da Consolação (cemitério velho) e no Cemitério Nossa Senhora da Paz.
Cerca de 15 pessoas estão executando serviços de limpeza dos canteiros, capinagem, varrição das ruas, pintura das guias, recolhimento de lixo acumulado nas proximidades dos jazidos e poda de árvores. Também será feita a limpeza da área da capela e o reparo da cobertura daquele local. Doze caminhões de entulhos devem ser retirados apenas do cemitério velho. 
De acordo com o secretário de Obras, Manoel Andreo de Aro os dois cemitérios recebem atenção especial não somente nos dias que antecedem o Dia de Finados, mas durante todo o ano. As ações são intensificadas devido ao fluxo ser maior neste período em que aumenta a ida das pessoas que visitam os locais para reverenciar entes queridos e também, limpar e enfeitar os túmulos.

DENGUE
A Secretaria de Saúde vai orientar a população sobre a importância de reforçar os cuidados contra o aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. O alerta se deve à necessidade de redobrar as ações de prevenção nos cemitérios, considerados locais de risco para a proliferação do mosquito. “Nesta terça-feira, a equipe de Combate às Endemias iniciou a visita aos cemitérios na busca por locais que possam servir de foco de proliferação do mosquito. Também vamos orientar a população sobre medidas a serem tomadas pelas pessoas durante a visita aos túmulos e vamos disponibilizar areia para serem colocadas nos vasos”, ressaltou a coordenadora da Equipe Municipal de Combate às Endemias, Vanessa Luzia da Silva Tonholi.
Vanessa ainda fez um alerta à população. “Qualquer recipiente exposto ao ar livre pode se tornar um criadouro do mosquito e trazer sérios problemas à vizinhança. Neste período do ano, em que se alternam dias de chuva e de calor, o cuidado tem que ser permanente, ainda mais pelo cemitério ser um ambiente favorável à reprodução e sobrevivência de larvas. Pedimos para que a população leve vasos furados no fundo, evite flores artificiais, não utilizem pratinhos, retirem embalagens e celofanes das flores e que preencham os vasos até a borda. Todas essas ações são fundamentais no combate”.
Os cemitérios ficam abertos todos os dias das 7h30 às 11 horas e das 13 às 17h30.