jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Prefeitura do tempo das cavernas

por Fábio Fiorani
03 de março de 2019
Fábio Fiorani
O Brasil tem muito para melhorar. E no quesito serviço público os exemplos estão muito próximos da gente. Dia desses, procurando pelo carnê de IPTU 2019 aqui do CCAA, casa que alugo de um senhor da cidade de Palmeira d’Oeste, liguei na Prefeitura de Jales, Setor de Tributação. Descobri então que o mês de junho de 2018 estava em aberto. Conferi no carnê e vi que realmente eu havia grampeado a folha do mês 6 junto com o mês 5. Liguei para pedir que me enviassem o boleto atualizado por e-mail e um rapaz me disse que não era possível, que eu tinha que ir até a prefeitura. Depois de dias sem conseguir horário que desse certo com o horário de atendimento da prefeitura, que não é tão amplo assim, resolvi ligar novamente. Então fui atenciosamente atendido por uma moça de nome Mara, se não me engano. Em menos de 5 minutos ela já havia me enviado o boleto e paguei pelo aplicativo do Santander no celular. Simples assim. Pode?????
A equipe da Polícia Federal de Jales extrapola todos os limites de merecimento de elogios. Não bastasse o trabalho policial notável, na área social as coisas não são menos importantes. Pela segunda vez a Polícia Federal está cedendo veículos apreendidos para uso da nossa Santa Casa. O pedido foi do delegado chefe da Polícia Federal de Jales, Dr. Cristiano Pádua da Silva, e prontamente atendido pelo juiz Dr. Adilson Ballotti. Tem que elogiar. E pedir para o Leandro Rocca, da Gelato Show, mandar um pote de sorvete para o pessoal lá da delegacia. O calor está forte. Háháhá. Sem esquecer do juiz. Háháhá. 
Depois que saiu do noticiário aquele ex-presidente que agora está preso eu fiquei sem assunto político. Está na hora de soltar o homem. A gente agradece. Háháhá.
Aliás, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, que já recebeu condenações que chegam a alguns séculos, resolveu falar. A confissão espontânea está deixando muita gente sem dormir. Háháhá. Até cabeças coroadas da Igreja já foram citadas. Vixi! Vai jogar no ventilador. Háháhá. Como diz um amigo: “Perdido por perdido, truco”. 
A polêmica está nas redes sociais. Ricardo Vélez, Ministro da educação, enviou cartas para todas as escolas do Brasil pedindo que as crianças sejam perfiladas para cantar o Hino Nacional. E a conhecida turma do contra, aqueles que ainda não assimilaram a derrota nas últimas eleições, começaram a chiar. Aqueles professores de esquerda que a gente conhece até no jeito de andar também engrossam o coro. Eu concordo com eles, o Hino Nacional é muito chato e longo. Olha o tempo que vamos perder sem poder checar mensagens no whatsapp. Melhor seria valorizarmos manifestações culturais como o funk. Que tal um campeonato da dança da garrafa no intervalo das aulas? Teríamos um campeonato brasileiro da dança da garrafa. Háháhá. 
Meu amigo, é carnaval. Cuidado por que o quinto dia útil de março será só no dia 12. Não vai acabar com seu salário antes de receber. Eu vou ficar em casa e assistir aos desfiles das escolas de samba. Quero ver se aquela mulher do cantor Belo já está maior e mais forte que o Hulk. Háháhá. 
Por hoje é só. Tchau! 

Fábio Fiorani 
(é coordenador pedagógico do CCAA de Jales)