contato@jornaldejales.com.br
17 3632-1330

Prefeito decreta fechamento do comércio até 6 de abril

Por Luiz Ramires
22 de março de 2020
Com os casos aumentando em todo o país, Jales também adota medidas preventivas contra o coronavírus
O prefeito Flávio Prandi Franco baixou decreto na manhã de sexta-feira, dia 20 de março, suspendendo o atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais e o funcionamento de casas noturnas e outras voltadas à realização de festas eventos ou recepções entre os dias 23 de março e 6 de abril.
Os estabelecimentos comerciais poderão exercer suas atividades internas e transações por meio de aplicativos, internet, telefone ou outros instrumentos similares e os serviços de entrega de mercadorias (delivery).
O decreto suspende a cobrança de estacionamento na zona azul, o transporte coletivo intermunicipal de passageiros na modalidade fretamento e o transporte coletivo urbano e recomenda a suspensão dos serviços de taxi, mototáxi e transporte por aplicativos.

LIBERADOS
Estão liberados do fechamento as farmácias, supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas, centros de abastecimento de alimentos, lojas de conveniência, lojas de venda de alimentação para animais, distribuidores de gás, lojas de venda de água mineral, padarias, restaurantes, lanchonetes e postos de combustíveis.
Estes estabelecimentos deverão intensificar as ações de limpeza, disponibilizar álcool em gel aos seus clientes, divulgar informações acerca da COVID-19 e das medidas de prevenção, manter espaçamento mínimo de um metro entre as mesas, no caso de restaurantes e lanchonetes, adotar medidas que propiciem a segurança da saúde quanto aos horários de atendimento, limite de acesso e distância mínima de segurança entre os consumidores. 
O decreto também limita o acesso de pessoas a velórios a 10 pessoas por sala e duração máxima de até 4 horas, com horário de funcionamento dos velórios no município serão das 6 às 18 horas, sendo proibido o velório se a morte ocorrer por doença infectocontagiosa.
Para o cumprimento do decreto as secretarias municipais de Saúde, Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Mobilidade Urbana e Fazenda, adotarão as medidas necessárias, podendo dirimir os casos omissos, solicitar a colaboração da Polícia Civil e Militar ou suspender alvarás de licença e funcionamento.

Prefeitura cria comitê com representantes da comunidade

Foi publicado no Diário Oficial do Município, na tarde do dia 18, o Decreto de nº 8.055, assinado pelo prefeito de Jales, Flávio Prandi Franco, o Flá, e pela secretária municipal de Saúde, Maria Aparecida Moreira Martins, que institui, em caráter deliberativo e com competência extraordinária, a composição de um Comitê de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus (COVID-19).
O Comitê terá como presidente o prefeito Flávio Prandi Franco e será coordenado pela secretária de Saúde, Maria Aparecida Moreira Martins. Terá como membros colaboradores todos os secretários da administração pública e representantes da sociedade civil organizada e outros órgãos.
Integram ainda o comitê o presidente da Associação Comercial e Industrial de Jales (ACIJ), Leandro Rocca Lima; médico diretor do AME, Luiz Henrique Leite Nogueira; presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Célio Martini; subtenente do Corpo de Bombeiros, Emerson Tondati; coordenador da Defesa Civil, Paulo Fernando Correa; médico do Hospital de Amor, André Luiz Silveira; presidente da OAB – 63ª Subseção de Jales, Marlon Luiz Garcia Livramento; comandante da 2º CIA do 16º Batalhão da Polícia Militar, capitão Alex Tominaga; enfermeira coordenadora do SAMU, Lidiane Carla Herrera da Costa Saraiva; enfermeira RT da Santa Casa de Misericórdia de Jales, Ana Lúcia da Silva; enfermeira RT da UPA, Karina Aparecida Santana de Freitas e a enfermeira da Vigilância Epidemiológica/Secretaria Municipal de Saúde e Ana Carolina Lima Amador. 

Cidade vai se adaptando para enfrentar o coronavírus

Com 10 casos suspeitos registrados oficialmente, divulgados pela Secretaria Municipal de Comunicação até a última sexta-feira, dia 20 de fevereiro, Jales acompanha as outras cidades, em todo o país, tomando as medidas necessárias para  procurar amenizar o drama provocado pela pandemia do coronavírus que atinge boa parte do mundo.
De acordo com decreto assinado pelo prefeito Flávio Prandi Franco, na terça-feira, dia 17 de fevereiro, as aulas nas escolas e creches municipais ficaram suspensas gradativamente, mas a partir de amanhã ficam totalmente suspensas o que inclui o transporte de alunos. As medidas, segundo o prefeito, seguem as recomendações do Governo do Estado para as escolas estaduais, devendo ser acompanhadas pelas particulares.
Também ficam suspensos eventos públicos ou privados onde haja aglomeração de pessoas incluindo festas, feiras, shows, eventos esportivos e culturais e outros. As exceções ficam por conta de bares, restaurantes e cultos religiosos para os quais se recomenda que evitem aglomerações e atendam determinações das autoridades sanitárias.
O decreto proíbe a entrada de acompanhantes nos casos em que não há necessidade aos serviços de saúde e assistência social do município. 
Os servidores municipais com mais de 60 anos e gestantes deverão desenvolver seus trabalhos através de “home office”, exceto na área de saúde. Estão suspensas as férias, licenças prêmios, folgas e abonos dos servidores da Secretaria de Saúde enquanto durar o decreto.
Os secretários municipais poderão implantar medidas preventivas nas repartições onde as condições físicas favoreçam o contágio e a proliferação do vírus.
O decreto determina o afastamento por 14 dias do servidor que estiver contaminado ou apresente sintomas ou por sete dias para quem retorne de viagem internacional sem sintomas.

REUNIÃO
Um dia antes de publicar o decreto, o prefeito reuniu autoridades em Saúde, Educação, Assistência Social, Comércio e Turismo para apresentar e discutir o plano de contingência ao coronavírus. Ficou decidido que Jales seguiria as orientações estaduais, tendo como base o Boletim Epidemiológico emitido pela Secretaria de Vigilância em Saúde, órgão do Ministério da Saúde. 
Na reunião estiveram presentes secretários municipais e representantes das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Assistência Social, Planejamento, Administração, Comunicação, Esportes, Cultura e Turismo, das Vigilâncias Epidemiológicas municipal e estadual, representantes da Santa Casa de Misericórdia, do Hospital do Amor, do Ambulatório Médico de Especialidades – AME, da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), da Associação Comercial e Industrial de Jales (ACIJ), da Procuradoria Jurídica do Município e Câmara Municipal de Jales.
O prefeito informou que as Unidades Básicas de Saúde, UPA, Santa Casa, AME e Hospital do Amor estão preparados para atender a população que como afirmou, só devem procurar esses serviços quem não estiver se sentindo bem e com dificuldade respiratória. Caso tenha sintomas de gripe comum e leve o ideal é permanecer em casa e fazer repouso. Se for necessário a visita às Unidades de Saúde, é importante utilizar máscara de proteção para não oferecer risco às demais pessoas e também aos profissionais de saúde.

PREVENÇÃO
Algumas medidas que devem ser tomadas para prevenir a proliferação do vírus são: higienizar as mãos com frequência com álcool ou água e sabão; evitar tocar a boca, nariz e olhos: caso seja necessário, higienize as mãos imediatamente antes e depois; se for tossir ou espirrar não utilize as mãos ou lenços de tecido; use preferencialmente lenço descartável e, se não for possível, use o antebraço para proteção da boca e nariz. Outras recomendações: evitar aglomerações e locais fechados, manter os ambientes higienizados e ventilados em casa e no trabalho, manter distância de pelo menos um metro das demais pessoas e não compartilhar objetos pessoais.