jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Preço da corrupção

por Caroline Guzzo
18 de fevereiro de 2018
Caroline Guzzo
“Na verdade a terra está contaminada por causa dos seus moradores; porquanto têm transgredido as leis, mudado os estatutos, e quebrado a aliança eterna. Por isso a maldição tem consumido a terra; e os que habitam nela são desolados; por isso são queimados os moradores da terra, e poucos homens restam.” Isaías 24:5,6.
Esse trecho do novo testamento da Bíblia foi escrito no ano 42 depois de Cristo. Eis que nos deparamos com a nossa realidade. Não é difícil percebermos o quanto o país ou melhor as pessoas encontram-se contaminadas pela maldade e corrupção. 
Tanto que os brasileiros aparentam um ar de cansaço, não suportam mais ligar a televisão e assistir sempre a mesma coisa ou abrir notícias online relatando mais um investigado em alguma operação. Estamos de “saco cheio” dessa política mau-caráter, vamos continuar pagando o preço dos ladrões até quando? Ladrões em todos os sentidos, aquele que assalta você na rua e aquele que ataca você no senado, na câmara, no parlamento, entre outros. 
Já percebeu o quanto pagamos de impostos? E os reajustes abundantes nos combustíveis que a Petrobras parece não ter limite e vive repassando todos os rombos aos consumidores com preços absurdos? É uma falta de respeito com os brasileiros que acabam pagando pelo bolso cheio dos poderosos.  
Segundo uma pesquisa o Brasil encontra-se na posição 55º no ranking de 96 países que mais cobram imposto de renda, mesmo não estando no topo da classificação, o nosso país é o líder entre os que dão o pior retorno à população do dinheiro arrecadado.
Não é por menos, não sobra dinheiro para investimentos, afinal, a conta da Suíça precisa ser abastecida. De acordo com o Ministério Público Federal estima-se foram R$ 20 bilhões roubados da Petrobras. Já um laudo da Polícia Federal, de 2015, estipulou que o prejuízo chegou a R$ 42,8 bilhões. Como não entrar em crise com esse “pouquinho de dinheiro”, agora a gente paga por isso, simples assim. 
Particularmente isso me revolta demais, afinal, todos nós somos trabalhadores, ralamos dia e noite para que alguns políticos fiquem rindo da nossa cara. É hora de demonstrarmos a nossa indignação nas urnas. Minha sugestão é você avaliar bem em quem votar, pesquise, questione, nosso voto mais do que nunca é algo valioso nas eleições desse ano.
Ah, como já escrevi em outros artigos, nós temos o país que merecemos, afinal, também cometemos atos corruptos, mesmo que você acha que é pouco. Repense em suas atitudes. Uma frase de Leandro Karnal relata bem isso “não existe um país no mundo em que o governo seja corrupto e a população honesta e vice-versa”. 

Caroline Guzzo
(é jornalista)