jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Polícia Militar de Jales apreende caminhonete com mais de 500 quilos de maconha

Por Luiz Ramires
22 de julho de 2019
Quase 600 tabletes de maconha estavam sob a lona na carroceria de uma caminhonete que era acompanhada de um Astra

A Polícia Militar apreendeu nesta segunda-feira, dia 22 de julho, uma caminhonete conduzida por um morador de Jales transportando 594 tabletes de maconha, pesando 587.5 quilos, no trevo de Palmeira d’Oeste.

Logo pela manhã os policiais militares daquela cidade receberam uma denúncia anônima de um morador local informando que havia uma caminhonete e um Astra seguindo juntos e que na caminhonete havia uma carga estranha, coberta com uma lona, o que chamou a atenção das pessoas. O denunciante passou as placas dos dois veículos, porque achou estranho os mesmos estarem desfilando pela cidade daquela forma.

O capitão Alex Tominaga, comandante da Polícia Militar de Jales informou que a PM de Palmeira solicitou o apoio do comando de Jales que seguiu para aquela cidade e fez um bloqueio no trevo, abordando o Astra e a caminhonete.

A princípio, a polícia tentou parar o Astra que não obedeceu e seguiu pela rodovia no sentido Jales. O veículo foi seguido por uma das viaturas e abordado em seguida. Enquanto isso, outra viatura entrou em Palmeira para procurar a caminhonete que foi logo encontrada, se preparando para retornar para a cidade, segundo o capitão provavelmente porque recebeu aviso do ocupante do Astra, pois os mesmos estavam se comunicando por rádio.

O motorista da caminhonete também não obedeceu o sinal de parar e procurou fugir para o trevo, onde havia duas viaturas paradas. Ele tentou furar o bloqueio e acabou colidindo com uma das viaturas, quando desceu do veículo e fugiu a pé, pulando uma cerca e entrando em um mato, mas foi logo alcançado.

Dentro da caminhonete os policiais encontraram os 594 tabletes de maconha, pesando 587,5 quilos, R$ 1.001,00 em dinheiro e um rádio de comunicação, sendo que no Astra não foi encontrado o rádio, mas um equipamento para carregamento do aparelho. O capitão acredita que o motorista do Astra se desfez do rádio quando viu que seria abordado.

Segundo o capitão, o motorista da caminhonete mora em Jales e o do Astra é de Araçatuba.   


Crédito: Polícia Militar