jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Polícia Federal de Jales prende coordenadora dos sem terra

A ação da PF de hoje marca o início de um mapeamento que está sendo realizado nos acampamentos da região.
10 de fevereiro de 2017
Esta foi a arma apreendida pela Policia Federal de Jales com a líder do “sem-terras”

A Polícia Federal prendeu na manhã do dia 10 de fevereiro, sexta-feira, em Ouroeste, M.M.C., coordenadora de um assentamento dos trabalhadores sem terra da região de Jales, por porte ilegal de arma de fogo, cumprindo mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal. Foi apreendido um revólver calibre 38 com numeração de registro raspada e cinco balas não deflagradas.

O Serviço de Comunicação Social da Polícia Federal informou que há algum tempo a PF vem recendo informações sobre ameaças que estariam ocorrendo em acampamentos “sem-terra” na região de Jales. A ação da PF de hoje marca o início de um mapeamento que está sendo realizado nos acampamentos da região, que apura, além de delitos relacionados a armas de fogo, o tráfico de drogas e extorsões que estariam sendo praticadas por alguns integrantes dos “sem-terra”.M.M.C. foi autuada em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e apresentada à Justiça Federal para audiência de custódia.

A PF esclarece que manter uma arma de fogo sem registro em casa ou transitar com a mesma é punível de acordo com a lei 10.826/2003. As penas destes crimes podem chegar a seis anos de reclusão. Qualquer cidadão pode solicitar à PF autorização para compra e registro de uma arma de fogo, desde que cumpra os requisitos definidos na lei, como aprovação em curso de prático de tiro, avaliação psicológica e apresentação de certidão negativa de antecedentes criminais.