jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Período das chuvas preocupa a Prefeitura por falta de dinheiro

por Luiz Ramires
13 de novembro de 2017
Equipe da Prefeitura foi acionada para remover a lama que escorreu das obras do Jardim Nova Jalles II
Sem dinheiro para investimento em obras, a Prefeitura não tem condições de fazer muita coisa para amenizar o drama das enchentes que todo ano preocupa os moradores de alguns bairros e de comerciantes e de quem passa pela Avenida João Amadeu que mais uma vez ficou completamente alagada, próximo à Rodovia Euclides da Cunha, com as chuvas que caíram no final da semana passada.
É um problema recorrente que deve se repetir quando o volume da chuva chegar próximo ou ultrapassar os mais de 70 milímetros registrados no centro da cidade no dia 3 de novembro, sexta-feira, como afirmou o secretário municipal de Planejamento, Nilton Suetugo.
Segundo o secretário, só para resolver o problema da avenida a Prefeitura precisa de mais de R$ 3 milhões para a ampliação das galerias e outras obras de combate a enchentes naquela área e não dispõe desse dinheiro, nem agora e nem para o ano que vem.
O local é problemático, segundo o secretário, porque além de receber a água escorre das partes altas da região central e de bairros daquelas proximidades cidade, toda a água que desce desde o Ribeirão Lagoa,  depois da rodovia também acaba caindo ali.

PRONTIDÃO
Mas não é só isso que preocupa o secretário. Questões pontuais como a que aconteceu onde está sendo preparado o terreno para a construção de 400 casas, no Jardim Nova Jales II também exige uma vigilância permanente para que possam ser tomadas providências imediatas.
Foi o que aconteceu naquele local, onde no dia seguinte a equipe da Prefeitura, junto com a construtora já iniciou um trabalho de limpeza das ruas e de algumas casas atingidas pela lama que escorreu do serviço de terraplanagem que está sendo feito no loteamento.
O secretário não culpa a construtora que segundo ele teve que iniciar o trabalho nesse período de início das chuvas por conta da programação dos repasses pela Caixa Federal que exige a realização do serviço para continuar liberando os recursos. 
Isso mostra que a Prefeitura precisa estar preparada para esses imprevistos, com uma equipe de prontidão, para entrar em ação imediatamente nessas situações, inclusive acionando a Defesa Civil, sempre que for necessário. Além disso, essa equipe deverá cuidar da limpeza das áreas alegadas, inclusive nos finais de semana e feriados, como afirmou o secretário.

REQUERIMENTO
Toda essa situação deverá exigir muita paciência dos moradores do Jardim Alvorada, até que sejam tomadas todas as providências para acabar de vez com o problema, como quer o vereador João Zanetoni. Na última sessão da Câmara, dia 6 de novembro, segunda-feira, ele encaminhou requerimento ao prefeito Flávio Prandi Franco perguntando quando será instalado um sistema completo de captação de água nos bairros Jardim Alvorada, Nova Jales I e Nova Jales II, mesmo porque essa situação já começa a causar outro problema que é o assoreamento do Córrego do Açude.