jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

PAPO RETO ...

Fique Sabendo
01 de maio de 2017
Luís Henrique Moreira vai receber o título de Cidadão Benemérito de Buritama
PAPO RETO - Aos poucos, o bispo diocesano de Jales. D. Reginaldo Andrieta, vai mostrando a que veio. Ao celebrar a tradicional missa das sete e meia da manhã, domingo passado, dia 23, na Catedral, com transmissão das rádios Assunção  AM (e agora FM) e Regional FM, o religioso não teve meias palavras. Durante a homilia (sermão) ele questionou o Projeto de Lei da Reforma da Previdência. D. Reginaldo deu a entender que o alegado déficit da Previdência é uma história mal contada. Segundo ele, antes de penalizar os pequenos, o governo deveria cobrar os grandes empresários que devem bilhões de reais ao erário público 

CHAMADA GERAL- Ao longo de sua fala, que não durou mais de 15 minutos, o bispo aproveitou para convocar os fiéis presentes, os ouvintes e todas as pessoas de boa vontade para participarem da manifestação prevista para  sexta-feira, dia 28, em protesto contra as reformas trabalhista e previdenciária. “Se não houver manifestação de rua, que as pessoas se reúnam nas igrejas”, sugeriu, acrescentando ainda que tinha enviado comunicado a todos os padres da diocese, recomendando o apoio ao movimento.

EM NOME DO PAI- No dia seguinte, segunda-feira, o bispo aproveitou a Hora da Ave Maria, às seis da tarde, transmitida pelas rádios da diocese, para lembrar que, naquela data. comemorava-se o Dia Internacional da Juventude Trabalhadora. Entre outras afirmações, ele opinou que os jovens são as maiores vítimas de um sistema injusto. Vale lembrar que, antes de se tornar bispo, D. Reginaldo, como padre, foi Assessor Mundial  da Juventude Operária Cristã Internacional, o que o levou a percorrer boa parte do mundo e se tornar fluente em sete idiomas

SANTO DE CASA – Reza a sabedoria popular que santo de casa não faz milagre.  Não é o caso do empresário Luís Henrique Moreira, dono da LHBorr e presidente do Diretório Municipal do PP.  Por iniciativa do vereador Zezinho Corretor, do PSD, a Câmara Municipal de Buritama aprovou, por unanimidade, na semana que passou, a concessão a ele do título de Cidadão Benemérito por relevantes serviços prestados à cidade, principalmente quando foi assessor parlamentar dos deputados Vadão Gomes e Paulo Maluf, direcionando verbas para sua terra. Luís Henrique é nascido e criado em Buritama, onde foi vereador e onde ainda moram sua mãe e duas irmãs. 

TERNO E GRAVATA- Depois de quase 30 anos usando toga na condição de juiz de direito, Pedro Manoel Callado Moraes vai adotar o terno e gravata nas audiências. Ele tomará posse como Procurador Geral do Município de Jales na próxima terça-feira, dia 2 de maio. Foi uma espécie de convocação do prefeito Flá, que vê em Callado todas as condições para exercer aquela função técnica. Além de ex-juiz e ex-prefeito, o novo procurador é professor universitário, portanto dotado de notável saber jurídico.

DOIS PESOS...- Por falar em juiz, quanto mais o tempo passa menos se entende porque o juiz de direito Fernando Antonio de Lima, titular da Vara do Juizado Especial Cível e Criminal da comarca de Jales, está sofrendo processo disciplinar no âmbito do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Os advogados da Telefônica alegaram que, em entrevista ao Jornal de Jales, em 3 de maio de 2015, ele teria emitido opiniões contra a privatização no Brasil e defendido o direito do povo questionar a qualidade dos serviços prestados por grandes bancos e corporações. Resmindo: na opnião da Telefonica, ele teria falado fora dos autos.

...E DUAS MEDIDAS – Pois bem, quem  assistiu ao Jornal Nacional de quarta-feira, dia 26, ou leu os jornais do dia seguinte, viu os ministros Edson Fachin e Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal,  emitindo opiniões sobre    a liberdade concedida dois dias antes ao pecuarista José Carlos Bumlai e a João Carlos Genu, ex-assessor do PP, processo em que ambos atuaram e divergiram. Ou seja,salvo melhor juízo, os dois ministros também falaram fora dos autos..

  DOBRADINHA DE VIPS- Quando o presidente Michel Temer esteve em José do Rio Preto, em março, o vice-prefeito de Jales, São José Devanir Rodrigues (Garça) estava na lista de convidados para o almoço realizado na chácara da empresária Yolanda  Bassit. Há 10 dias, o vip da vez foi o prefeito Flávio Prandi Franco, que ocupou lugar de honra na  recepção ao ministro da Educação, Mendonça Filho, oferecida  pelo secretário estadual de Habitação, Rodrigo Garcia, na casa de seu pai Paulino Garcia, também em Rio Preto.

FRUTO DA TERRA-  Oswaldo Soler Junior, um dos mantenedores da Unijales, teve acesso à recepção ao ministro. E aproveitou para,, inteligentemente, fazer um comercial da cidade, entregando-lhe uma caixa de uvas de Jales. O cartão foi explícito: