quinta 04 junho 2020
Artigo

PANDEMIA na Saúde e na Economia

Estamos passando por uma “situação” nunca vivida antes. O mundo parou para combater um inimigo invisível chamado NOVO CORONAVIRUS.

Essa classe viral (CORONAVÍRUS) é conhecida desde 1960, mas no ano de 2019, em uma caverna na China, na cidade de Wuhan, foi descoberta uma nova “classe” que provoca complicações respiratórias e é altamente transmissível, chamada o NOVO CORONAVÍRUS, causador da COVID-19.

A nova “gripe” chamada COVID-19 é uma doença cuja taxa de mortalidade mundial é de 3,4%, sendo que entre as pessoas com até 60 anos é de 0,2% e nas mais idosas, acima de 60 anos, pode chegar a 10%.

Olhando assim não entenderíamos o porquê dessa histeria toda mundial, mais a razão é que o COVID-19 é altamente transmissível e nenhum país do mundo tem infraestrutura para tratar tantos infectados ao mesmo tempo, principalmente pela falta de respiradores elétricos. A solução é achatar a curva de infectados para termos leitos suficientes.  E qual a melhor arma que temos agora?

 

Distanciamento Social...

Pois bem, para realizar esse distanciamento social os GOVERNOS do mundo inteiro estão em estado de CALAMIDADE PÚBLICA e decretando uma quarentena forçada.

No Brasil não está sendo diferente, porém o que temos que perguntar aos nossos GOVERNANTES é quem irá pagar nossas contas.

Até agora no Brasil não tivemos nenhuma ação GOVERNAMENTAL suspendendo impostos, abrindo novas linhas de crédito desburocratizadas e não possuímos nenhum tipo de estratégia para uma retomada econômica, muito menos para saber como proceder nessa quarentena.

Todos os setores privados estão reféns dessa quarentena, salvo os BANCOS e o setor SUPERMECADISTA que não podem fechar e estão faturando alto com essa “situação”, mas que precisam se encaixar nas regras de higiene e distanciamento pessoal.

Após essa Pandemia do COVID-19, iremos viver uma PANDEMIA ECONOMICA, que poderá gerar tantas mortes e tanta desgraça ou mais que a própria COVID-19.

Será uma Moratória Branca, onde meu cliente não me paga e eu não pago meu fornecedor.

E o Governo, o que está fazendo para nos ajudar?

Porque são tão morosos nesse momento de tanta urgência?

E no funcionalismo público não terá impacto?

Em redução de salários dos congressistas não ouvi dizer, redução dos benefícios para a classe política não ouvi dizer, redução dos benefícios para a classe dos magistrados e promotores públicos não ouvi falar, redução dos benefícios e custos cartorários ninguém fala nada...

Quem irá pagar essa conta, novamente, serão os empresários e seus funcionários que perderão o emprego.

Eu me pergunto: porque ninguém nos enxerga?

Bancos, congressistas, senadores, juízes, promotores, cartorários, ministros e donos de supermercados, com certeza não sentirão essa pandemia.

Pode ter certeza que demoraremos muito mais para nos recuperar da pandemia econômica do que do COVID-19.

 

Carlos Eduardo Venturini

(Diretor da Venturini CIA LTDA, empresa com mais de 63 anos de fundação e com aproximadamente 200 colaboradores diretos)

Desenvolvido por Enzo Nagata