domingo 28 novembro 2021
Artigo

O pioneiro do basquetebol jalesense

Marino Manella, nascido no dia 30 de março de 1937, na cidade de Cravinhos-SP, casado com D.Thelma Maria Martins Manella (in memorian) Dessa união, tiveram 4 filhas e 5 netos. Manella, foi um aficionado pelo basquetebol e responsável pela primeira equipe de basquete de Jales nos anos 60, onde competiu com equipes da capital na divisão de elite.

Junto com Roberto Rollemberg e Alberto Ceconi, foram membros fundadores dos Jogos da Alta-Araraquarense. Manella e Roberto Rollemberg, tiveram uma estreita relação de amizade, contribuindo sempre com a sociedade Jalesense, sendo R.R, ex-prefeito de Jales, Dep. Federal, Secretário de Governo do Estado de SP e seu padrinho de casamento, junto com D. Naomi Okajima Rollemberg.

Marino Manella, foi um ativo membro de várias Fundações e Agremiações, com um currículo vastíssimo. Presidente do Clube Atlético Jalesense, entre 1969/70, presidente do Clube do Ipê, entre 1973/75 e a mais importante para minha época, a fusão do América Basquete Clube com o Clube do Ipê, onde nasceu uma equipe de nível de Seleção Brasileira, de 1989/1993.

No ano de 2017, na Câmara Municipal de São Paulo, teve seu nome imortalizado no “Hall da Fama”, pela Federação Paulista de Basquete.

Como se não bastasse, o Prefeito, Edinho Araújo, o homenageou em vida e nomeou uma quadra poliesportiva no bairro Eldorado, em Rio Preto, como Quadra Poliesportiva Marino Manella. Em Jales recebeu a medalha XV de Abril e o título de Cidadão Jalesense.

Faleceu aos 83 anos, em dezembro de 2020, com sentimento de missão mais que cumprida e deixando uma saudade imensa entre nós.

Fica aqui uma homenagem póstuma da página, “Jales Fatos e Fotos” e que por vezes, Marino Manella, interagiu com ela, sendo para mim, uma satisfação pessoal de um fã.

 Celso Maia Altimari

(Criador e editor da página Jales Fatos e Fotos)

Desenvolvido por Enzo Nagata