jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

O COOPERATIVISMO sempre foi uma espécie de terceira via, para incrementar o desenvolvimento de segmentos diferentes...

Contexto
28 de julho de 2019
O COOPERATIVISMO 
sempre foi uma espécie de terceira via, para incrementar o desenvolvimento de segmentos diferentes, atendendo profissionais ou a população de comunidades com a prestação de serviços aos associados e em muitos casos também para quem não é associado.

SÃO
exemplos de cooperativas que funcionam em Jales a Cooperativa Agrícola Sul Brasil de Jales, primeira inaugurada na cidade e que funciona até hoje, a Cooperativa Agrícola Mista dos Produtores da Região de Jales, a Coopercitrus – Cooperativa de Produtores Rurais, a Unimed, cooperativa de médicos, a Uniodonto – Cooperativa Odontológica e até de educação, com a Cooperativa Regional de Ensino de Jales (Objetivo).

EXISTEM
ainda as cooperativas de crédito e financeiras, sendo que em Jales temos o Sicoob - Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil e atualmente também a Sicredi- Sistema de Crédito Cooperativo, inaugurada oficialmente no dia 19 de julho, na Avenida João Amadeu.

QUANDO
esteve em Jales para a inauguração da Sicredi seu presidente, Adilson Primo Fiorentin destacou que a instituição financeira parece um banco, tem todos os serviços de um banco, mas não é um banco. 

A DIFERENÇA 
como explicou, está em ser uma cooperativa, uma instituição financeira da comunidade, pois o objetivo é atender a população e os associados de forma diferenciada, sendo também elemento de colaboração para o crescimento do município.

A SICREDI 
é a terceira maior liberadora de crédito rural e como Jales depende muito da agricultura, a instituição chega para ajudar também neste setor, como já vem fazendo nos outros municípios, principalmente no Paraná, onde a economia é baseada na agricultura. Este setor indo bem, os outros segmentos também acompanham, como afirmou o presidente.

ASSIM, 
Jales ganha mais uma cooperativa de crédito que chega com um diferencial importante no atendimento e também para ajudar a promover o desenvolvimento através do crédito rural, comercial ou pessoa física, como já faz nas outras agências, devendo atingir este ano mais de 1.800 pontos de atendimento, sendo que em 209 municípios é a única instituição financeira à disposição da comunidade, como acontece, na região, em Mira Estrela. (Luiz Ramires)