jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Nova tecnologia para remover tatuagens chega a Jales

por Luiz Ramires
26 de junho de 2017
Como se vê, o resultado com o uso dos novos equipamentos é perfeito
Esta semana todos viram na internet e na TV um rapaz que teve a testa tatuada dizendo que ele era ladrão. Remover uma tatuagem como aquela é muito difícil pelas formas tradicionais, mas fica fácil com o uso de um novo sistema a laser capaz de fazer esse tipo de serviço em poucas sessões. São duas máquinas, uma para remover tatuagens pretas e outra para coloridas que acabam de ser adquiridas pela Família Kleber Tattoo, de Jales. 
Seu proprietário, Kleber Tattoo, informou que as máquinas são importadas de Portugal e seu operador precisa ser capacitado pela Associação de Laser do Brasil, como é o seu caso e da sua esposa Jeisla,  que ficou responsável por esse serviço.  
Kleber disse que os equipamentos não são baratos, mas removem qualquer tipo ou tamanho de tatuagem sendo que só existem quatro desses conjuntos no país: dois estão em São Paulo, um em uma cidade de Minas Gerais e outro em Jales.
O resultado, segundo Kleber, é fantástico, pois muitas vezes as máquinas podem apagar a tatuagem em apenas uma remoção, ao contrário do sistema normal que exige muitas sessões. Enquanto esses equipamentos normalmente apagam a tatuagem em uma ou duas sessões, o modo tradicional exige mais de dez, como explicou.

RESULTADOS
Kleber deu o exemplo do rapaz que apareceu na internet afirmando que mesmo sendo na testa, essas máquinas conseguem remover aquela tatuagem em apenas três ou quatro sessões e isso porque é recente, pois quanto mais antiga, mais fácil de ser removida. 
Kleber afirma que o trabalho realizado com esses equipamentos é perfeito porque as máquinas foram desenvolvidas especialmente para remover tatuagens, ao contrário de outros sistemas que normalmente são utilizados, com máquina de depilação ou com ácido. No caso do ácido, além de perigoso, o trabalho normalmente não é satisfatório, pois acaba manchando a pele, esparramando a tinta, em vez de apagar. Depois fica muito mais difícil se a pessoa decidir resolver o problema com a máquina a laser.
Kleber explica que trabalha com tatuagem há 17 anos e essa é a primeira vez que ele vê um trabalho realizado por máquinas que conseguem, realmente, remover a tatuagem com eficiência.
O importante para a pessoa interessada em remover uma tatuagem por esse novo sistema, segundo Kleber, é que o trabalho não sai caro. Um nome, por exemplo, pode ser removido por R$ 200,00.
O número de pessoas que o procuram para apagar o que gravou na pele é muito grande e por isso é preciso que esse trabalho seja realizado com os melhores recursos disponíveis, usando tecnologia de ponta como é o caso da máquina a laser, como afirmou Kleber.