jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

NO PEITO E NA RAÇA - O empresário paulistano Raphael Vieira Carvalho esteve quinta-feira, dia 7 de dezembro, na redação deste jornal para informar que a Gauri Eventos está na pista e vai realizar uma programação com shows e montarias em abril .

Fique Sabendo
11 de dezembro de 2017
O empresário Raphael Vieira Carvalho, de Gauri Eventos, visitou a redação do Jornal de Jales na quinta-feira, dia 7
NO PEITO E NA RAÇA - O empresário paulistano Raphael Vieira Carvalho esteve quinta-feira, dia 7 de dezembro, na redação deste jornal para informar que a Gauri Eventos está na pista e vai realizar uma programação com shows e montarias em abril com o que há de mais top neste segmento. Como a negociação com a diretoria da Unimed sobre a compra do recinto da Facip se inviabilizou, ele partiu para outra solução.  

INTERCORRENCIAS– Raphael explicou que, embora a Gauri tenha feito proposta por escrito à Unimed para adquirir o recinto, o negócio, na verdade, seria feito com a participação de parceiros. Por razões que ele não quis explicitar, os parceiros desistiram do negócio, o que o levou a abrir mão do que tinha sido acordado. 

PLANO B – O dono da Gauri abriu mão de adquirir o recinto da Facip, mas não do desejo de promover a festa em abril.   Para tanto, ele vai montar uma arena com capacidade para abrigar 20 mil pessoas em terreno de 35 mil metros quadrados,  localizado na Avenida Paulo  Marcondes, que está sob controle do empresário Carlos Roberto Soares, do IEP. O contrato, segundo Raphael, é por cinco anos.

GRIFE – Se a Gauri Eventos já adiantou a grade de shows, até o momento em que fechávamos esta coluna ainda não estava definido o nome do evento. Como se sabe, a marca Facip pertence à Prefeitura e só pode ser utilizada por terceiros mediante o cumprimento de algumas exigências legais. 

MERCADO EXTERNO – As variedades de uvas produzidas em Jales estão bombando nos mercados interno e externo. Recentemente, o Jornal de Jales registrou que o pesquisador Alexandre Hoffman, da Embrapa Uva e Vinho, fez imagens da variedade BRS Vitória, vendida em Londres a preço compensador. Na capital da Inglaterra, a cumbuca de 400 gramas está sendo vendida a R$ 14,00. Ou seja, o quilo sai a R$ 35,00.

O CAMINHO – Para quem não sabe, a BRS Vitória é uva sem sementes e foi desenvolvida pelo Programa de Melhoramento Genético da Embrapa Uva e Vinho, em Jales e Bento Gonçalves (RS). A exportação é feita por empresas do Vale do Rio São Francisco.

BOM COMEÇO- A grande imprensa passou a considerar real a possível candidatura de Rodrigo Garcia (DEM), atual secretário Estadual de Habitação,  ao governo do Estado de São Paulo na eleição do próximo ano. Na última pesquisa DataFolha, divulgada na semana que passou, o nome de Rodrigo, deputado federal mais votado em Jales em 2014, aparece entre os candidatos, com 4% dos votos, o que foi considerada um índice muito significativo para quem nunca disputou eleições majoritárias (governo ou prefeituras) 

CAVALO PARAGUAIO – Em todos os cenários da pesquisa, a liderança é do deputado federal e apresentador de televisão Celso Russomano (PRB). Como ele já largou na frente nas duas últimas eleições para prefeito de São Paulo e, na reta final, perdeu fôlego,  não falta quem diz que ele, na verdade, é o chamado “cavalo paraguaio” da política paulista.

CHÃO NOSSO – Exatamente um mês depois de fazer uma espécie de road-show pela região, Analice Fernandes (PSDB) volta à terra que a viu nascer no próximo fim de semana. Desta vez, a motivação é  especialíssima. No próximo dia 16, será inaugurado o galpão para abrigar os ensaios da Escola Livre de Música e Orquestra Sinfônica de Jales construído com recursos  viabilizados por Analice através de emenda parlamentar de R$ 200 mil. 

GRATIDÃO- Conforme já informou esta coluna, por sugestão do vereador tucano Bismark Kuwakino, o prefeito Flá houve por bem dar o nome de Avenir Fernandes, pai da deputada recentemente falecido,  ao novo espaço artístico-cultural. Quando soube da homenagem póstuma, a deputada não escondeu a emoção.

LIGAÇÕES – Quem vê o empresário Luís Henrique Moreira focado diariamente no comando da LHBorr, de compra e venda de borracha, não imagina seu poder de foto na seara política. Mas, o atual presidente do PP de Jales tem lenha prá queimar. Por exemplo, com um simples telefonema à assessoria do deputado federal Paulo Maluf, ele arrancou emenda parlamentar de R$ 150 mil para a Apae. Como, por lei, as emendas parlamentares são impositivas, o presidente da entidade, João Papassidero, já pode contar com esse dinheiro para 2018.

CAMINHO DAS PEDRAS – O prestígio de Luís Henrique tem a ver com sua trajetória antes de morar em Jales. De 2001 a 2004, foi vereador em Buritama, sua terra, onde acaba de receber título de cidadania. Depois, tornou-se assessor parlamentar do deputado federal Vadão Gomes. Como Vadão não se reelegeu em 2010, ele foi convocado por Paulo Maluf.