contato@jornaldejales.com.br
17 3632-1330

NATÁLIA CHAMMAS LANÇONI

Coluna Gente
15 de dezembro de 2019
NATÁLIA CHAMMAS LANÇONI
(foto) liberou outra faceta de suas aptidões. Odontóloga de formação e profissão, ela investiu em um novo espaço que vem sendo muito bem frequentado, o  Seven Café Bar, recentemente inaugurado na Rua Sete , 2437. A casa funciona como cafeteria até as 18 horas e, a partir deste horário, se transforma em agradável point para happy-hour. A propósito, Natália ganhará idade nova na próxima sexta-feira, dia 20. 

VANDRÉ MISSONI
esperou o final do ano chegar para dar um tempo no frenético ritmo de trabalho como médico socorrista. Ele, que  começou a carreira na equipe do SAMU de Jales,  aceitou propostas de trabalho e vem usando  a experiência adquirida aqui  em unidades do ABC paulista e  Baixada Santista, para onde se transferiu.  Mostrou tanto serviço que foi alçado a cargo de chefia, o que lhe permitiu passar um mês junto aos pais, Estela e João Missoni Filho, na cidade natal. Vandré é casado com a médica Tatiane Abra, também jalesense. O casal mora em Santos.  

JÔ CAVALARI
passou a reforçar a equipe de trabalho de Rosalice Ramires na  Costa Azul Viagens e Turismo. Nascida e criada em Jales e, portanto, com amplo relacionamento na comunidade e região, ela reúne as condições necessárias para desempenhar a função de agente de turismo.

ALCEBÍADES BERNARDO NETO,
mantenedor do Colégio XV de Abril/Anglo, surpreendeu alunos do Ensino Infantil e 5º ano do Ensino Fundamental, cuja formatura aconteceu na noite de quarta-feira, 11 de dezembro. No meio da festa, apareceu a imagem em um telão de led de Maurício de Sousa, lendário criador da Turma da Mônica, agradecendo a homenagem que os formandos lhe prestaram. Neto postou o vídeo no Facebook.

JOÃO ARISTEU FÁVARO, 
venerável-mestre da Loja Maçônica Coronel Balthazar, reunirá os obreiros da instituição no próximo sábado, dia 21, no E.C. Bancários para comemoração natalina. No âmbito maçônico, a largada foi dada no sábado passado, dia 7, no sítio Bela Vista, sob a presidência Mário Sakashita, venerável mestre da Terceiro Milênio de Jales. Ontem, dia 14, foi a vez de João Rodrigues, que empunha o primeiro malhete da Marechal Rondon, reunir os componentes daquela oficina filosófica.