jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Narrador esportivo Deva Pascovicci estava no vôo da Chapecoense

O narrador esportivo Deva Pascovicci trabalhou em Jales.
29 de novembro de 2016
Pascovicci é de Monte Aprazível e atua como narrador no canal por assinatura Fox Sports. Ele também é gerente da CBN Grandes Lagos. (Foto: Reprodução)

O narrador esportivo Deva Pascovicci que durante um bom tempo trabalhou em Jales, nas rádios Cultura e Antena 102 estava no vôo da cahapecoense que caiu na colômbia.

A notícia é do Diário da Região.

 Deva Pascovicci, narrador da Fox Sports e gerente da rádio CBN Grandes Lagos, que fica em Rio Preto, estava no voo da Chapecoense que caiu na madrugada desta terça-feira, 29, próximo ao aeroporto internacional de Medellín. O avião levava os jogadores da Chapecoense a Medellín, onde a equipe disputaria a final da Copa Sulamericana amanhã contra o Atlético Nacional.

Além dos 48 membros do time, 21 jornalistas e três convidados estavam na aeronave. Ainda não há informações sobre o estado de saúde de Pascovicci. O narrador nasceu em Monte Aprazível e passou por várias emissoras, entre elas CBN, SportTV, PFC e, agora, Fox Sports. Além disso, comanda a CBN Grandes Lagos, que foi parceira do Diário durante a cobertura das eleições na região em 2016.

O prefeito de Medellin, Federico Gutierrez, lamentou o acidente, mas disse que podem haver mais sobreviventes. "É uma tragédia de grandes proporções", afirmou em entrevista a uma rádio local. A aeronave se chocou com o solo em uma região montanhosa, apontam relatos, pouco após a meia-noite no horário local.

Sobreviventes

A imprensa colombiana informa que os goleiros Marcos Danilo Padilha, de 31 anos, Jackson Follmann, de 24 anos, e o lateral Alan Ruschel, de 27, sobreviveram à queda do avião que levava a equipe a Medellín, na noite de ontem. O goleiro reserva também estão sendo atendidos em hospitais da região.

A Chapecoense disputaria a final da Copa sul-americana amanhã, em Medellín, contra o Atlético Nacional. O voo da companhia Lamia partiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em direção a Medellín, mas se acidentou pouco antes de chegar à segunda maior cidade da Colômbia.

Com Agência Estado