jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

NÃO É PEQUENO o desafio que o empresário Leandro Rocca Lima terá pelos próximos dois anos, à frente da Associação Comercial e Industrial de Jales ...

Contexto
11 de fevereiro de 2018
NÃO É PEQUENO
o desafio que  o empresário Leandro Rocca Lima terá pelos próximos dois anos, à frente da Associação Comercial e Industrial de Jales, que tem eleição marcada para o próximo dia 15,com chapa única.

SABE-SE
que o momento não é fácil para quem procura administrar tanto empresas privadas quanto órgãos públicos ou entidades voltadas para os interesses dos seus associados e ao mesmo tempo procurar criar condições para promover o desenvolvimento, envolvendo o empresariado, como é o caso da ACIJ. 

PARA
cumprir sua missão, Leandro deverá contar com apoio da sua diretoria que terá como vice-presidente o atual presidente Carlos Roberto Altimari, que durante quatro anos se empenhou em consolidar a associação como um importante ponto de apoio aos empresários, agregando vários serviços na sua sede, facilitando a vida de quem quer se instalar ou crescer.

A INSCRIÇÃO
da chapa cumpriu rigorosamente o que manda o estatuto da ACIJ, como afirmou a sua secretária executiva Maria Perpétuo Osório, lembrado que o mesmo se encontra à disposição dos associados que quiserem conferir no site da entidade.

OS NOMES
indicados pelo candidato a presidente para compor a chapa tiveram seus cadastros checados de acordo com as normas do estatuto para que a nova diretoria possa tomar posse no dia primeiro de março cumprindo todas as exigências já podendo assinar documentos e executar as tarefas determinadas para cada diretor.

PARA ISSO
já no dia 16 a ata da eleição deverá ser registrada em cartório, por determinação do atual presidente que quer começar o processo de transição imediatamente, com a participação dos diretores, para que todos possam acompanhar o funcionamento dos trabalhos da associação e conhecer com detalhes as suas responsabilidades.

A ELEIÇÃO 
está programada para acontecer das 9 às 16 horas, sendo que este horário também é regido pelo estatuto. Pode votar qualquer associado quite com suas mensalidades até 31 de janeiro.  No momento da votação é conferida a situação do eleitor, sendo que no caso de sociedades só tem direito a voto uma pessoa de cada empresa. (Luiz Ramires)