jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

MPF quer que Correios façam entregas em três bairros de Jales

Moradores de Vila Mariana, Jardim Tropical e Monte Líbano ainda não dispõem dos serviços da empresa
24 de janeiro de 2019
O Ministério Público Federal recomendou aos Correios que estabeleçam a entrega de correspondências e encomendas a três áreas de Jales (SP) ainda não atendidas pela empresa. Moradores dos bairros Vila Mariana, Jardim Tropical e Monte Líbano estão sem o serviço e são obrigados a se deslocar até a agência da estatal para recolher cartas e pacotes. 
O MPF pede que os Correios regularizem a situação em até 60 dias. A empresa afirma já desenvolver estudos logísticos, mas indicou um prazo extenso para o início dos serviços nos três bairros. Segundo o procurador da República Carlos Alberto dos Rios Junior, autor da recomendação, a solução deve ser rápida, uma vez que os levantamentos não são complexos e a estatal tem expertise para a implementação logística das atividades.
“A Superintendência Estadual de Operações São Paulo Interior, órgão dos Correios, afirmou que o problema será solucionado somente em meados de 2019, sem apresentar qualquer justificativa razoável para tão elástico prazo”, destacou o procurador, lembrando que a empresa tem conhecimento das pendências há mais de um mês.

Apesar de terem ocupação recente, as áreas de Jales ainda não atendidas cumprem todos os requisitos estabelecidos na Portaria Interministerial 4.474/2018, o mais recente documento oficial sobre as atividades dos Correios. De acordo com a norma, a empresa deve realizar entregas, por exemplo, sempre que as ruas e os imóveis estiverem identificados corretamente e as vias oferecerem condições de acesso e de segurança aos carteiros, o que se aplica aos três bairros.
Os Correios têm 20 dias, a partir do recebimento da recomendação, para indicar ao MPF as medidas que serão tomadas. 

*Por Assessoria de Imprensa do MPF